Um dia no Parque Nacional Terra do Fogo, em Ushuaia

por Jackie Mota 11.ago.2013
Como vocês podem ver no nosso roteiro em Ushuaia, tiramos um dia para conhecer o Parque Nacional Terra do Fogo, uma das principais atrações da cidade. Escolhemos fazer um passeio com agência, de dia inteiro, mas também é possível conhecer o local por conta própria, fazer roteiros de poucas horas, andar no Tren del fin del mundo e até mesmo acampar no parque.
 
ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa246
 
Criado em 1960, o Parque Nacional Tierra del Fuego tem cerca de 68 mil hectares e vai do extremo austral da Cordilheira dos Andes, incluindo a Serra de Injoo Goiyin (ou de Beauvior) até o norte do Lago Fagnano e até a costa no Canal de Beagle, na divisa com o Chile. Inclui assim, paisagens lindíssimas que vão de cordões montanhosos a profundos vales, com rios, lagos e o mar aberto.
 
A entrada no Parque custa 60 pesos por pessoa (cerca de 30 reais) para residentes do Mercosul – apresentamos nosso passporte. Nós escolhemos ir com agência (fomos com a Info de Ushuaia) e eles passaram no hotel para nos pegar, em van, por volta de 9h. Na chegada ao Parque já ficamos encantados com a paisagem. Estava muito frio, mesmo sendo verão, mas não pudemos resistir a ficar tirando fotos e fotos da paisagem. A solução era mesmo ficar dando pulinhos para nos esquentar, mas sair daquela área linda era impossível.
 
Neste trecho onde iniciamos nossa caminhada além de placas há um píer e uma agência dos correios. Dessa não sabíamos antes e perdemos a oportunidade de enviar um cartão postal dali. Fica a dica, hein!
 
ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa198 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa223 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa273 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa231
 
 
Quer receber um MiniGuia de Ushuaia em pdf? Basta se inscrever no blog AQUI
 
Bom, a caminhada começou logo e foi bom para nos manter aquecidos. O que também ficava bastante ocupado eram os olhos. O bosque lembrava os caminhos descritos em contos infantis, o mar ao lado se unia ao céu em um degradé de azul e branco. Simplesmente lindo. Mas também era preciso que ficássemos atentos ao caminho, pois havia muito, muito barro. Houve chuva durante alguns trechos, mas nada que atrapalhasse o passeio.
 
No caminho a guia faz paradas estratégias: dá informações sobre a fauna, flora e história do parque e permite que os turistas mais sedentários descansem. Foi em uma dessas paradas que ficamos sabendo da história da Calafate que contamos aqui. Em outra parada vimos vestígios da presença dos presidiários de Ushuaia, fizemos um pequeno lanche e até uma competição de lançamento de pedras no lago.
 
Segundo a guia, há diversas possibilidades de trilhas no parque, com duração e dificuldades variadas. A nossa foi bem tranquila e durou cerca de 3 horas. No meio do dia paramos em uma tenda montada pela agência para o almoço. Foi uma ótima parada, pois chovia e fazia bastante frio. Na tenda nos aquecemos e comemos muito bem. “Picadas”, ou seja, tira-gostos, uma tábua com frios e queijos, pães e depois sopa quentinha com vinho. Para finalizar, alfajors, café e chá.
 
ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa267 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa242 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa271 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa280 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa290 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa341 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa342 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa346
 
Em seguida nos paramentamos com galochas e coletes salva-vida e fomos fazer nosso passeio de bote. Adoramos essa parte, pois além de gostarmos de remar foi uma atividade que incluiu todo o grupo, que precisava se coordenar para fazer o bote seguir o caminho certo. Ao fim do passeio de bote, cerca de 40 minutos, também de nível de exigência física moderada, fizemos uma pequena caminhada até a van e pudemos tirar fotos nas placas que indicam o fim da Ruta 3 e a localização de Ushuaia. Dali seguimos para o centro de Ushuaia na van da agência, onde chegamos por volta de 16h.
 
Observação importante: se você vai a Ushuaia no inverno, não é possível fazer esta rota que descrevemos. Você vai poder visitar o parque, mas o passeio será diferente, pois a maior parte do parque fica sob neve. Consulte as agências para saber o percurso disponível.
 
ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa358 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa368 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa379 ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa392
 
Informações práticas (informações de jan/2013)
Custo mínimo do passeio: 60 pesos (entrada no parque)
Custo máximo: entrada + pacote de agência (em média 500 pesos)
Tempo mínimo: 2 horas
Tempo máximo: dia todo
 
Pacotes: Na agência Info Ushuaia havia duas opções. A primeira incluía o “Trem do fim do mundo”, que é um antigo trem utilizado no passado pelos presidiários locais para o transporte de madeira, já que a área foi explorada antes de ser um Parque e percurso no Parque em minibus. Esta opção custava 260 pesos (+ 175 pesos do trem + 60 de entrada no Parque).
 A outra opção era sem o trem e incluía um trekking de cerca de três horas passando pela Baía e pela floresta, garrafa de água, lanche (barrinhas), almoço completo (entradinhas, ensopado, vinho, água, refrigerante, café, chá e alfajors) e passeio em bote inflável (cerca de 40 minutos, a depender, claro, do grupo). Este passeio custava 500 pesos (+ 60 de entrada no parque) – nos deram 30 pesos de desconto por pessoa em cada passeio a partir do segundo.
 
ushuaia argentina o que fazer onde ficar comer quanto custa396
 
Quer receber um MiniGuia de Ushuaia em pdf? Basta se inscrever no blog AQUI
 
Texto: Jackie; Edição: Rômulo; Fotos: Viaje Sim!

 

 

 

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

PROMOÇÃO atual: Somente 02 e 03 de dezembro a Seguros Promo está com VINTE % de desconto! Clique aqui e use o cupom MONDAY (E consiga + 5% de desconto para pagamento via boleto bancário) 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela;
    Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil.
    O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post.
    E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto.

Compre já e economize!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. Samara Fadigas
    21 set 2016

    Olá, gostaria de saber onde encontro informações sobre o transporte urbano até o parque (se existe, horários e preços)
    obrigada 🙂

    • 06 out 2016

      Oi Samara, nao encontrei essas infos e não sei te dizer. Acho que vc conseguiria isso qd estivesse por lá mesmo, mas eu to achando que não tem viu? Qq coisa, e puder voltar pra contar, agradeço.
      abs,

  2. Gabriela
    17 dez 2013

    Baixei o excelente miniguia para Ushuaia com vocês, teriam também para El Calafate? Parabéns pelo blog, amei. Beijos

    • 17 dez 2013

      Oi Gabriela, que bom que gostou. Não, não fomos a el calafate.
      abs,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.