Dicas e roteiro de São Petersburgo – a pé e com mapas!

por Jackie Mota 05.abr.2015

Não me canso de repetir que São Petersburgo é um sonho. E a cidade, além de linda e com ares de conto de fadas, é bem fácil para turistar quando nos hospedamos no Centro. Fizemos quase tudo a pé durante nossa viagem, pegando o metrô apenas um dia. Compartilho aqui esse roteiro de São Petersburgo completinho, com as atrações divididas por dia e prints dos trechos no mapa, além das indicações de restaurantes para facilitar a vida de quem viaja para essa cidade de sonho.

O roteiro foi baseado na nossa viagem, feita no mês de dezembro, ou seja, no inverno. Ficamos 4 dias e 3 noites na cidade – saímos tarde da noite no último dia, em direção a Tallinn – e não fizemos nenhum bate-volta. Acho que quem for no verão consegue fazer o mesmo roteiro em 3 dias tranquilamente. Mas, nesse caso, reserve pelo menos 4 para a cidade para fazer passeios típicos de verão, como de barco ou ir a um dos palácios nos arredores.

dicas e roteiro de são petersburgo

A bela São Nicolau dos Marinheiros, que fica fora do Centro

Algumas dicas para te ajudar a curtir a cidade:

  • Hospede-se na área central para fazer tudo a pé. Isso também te ajudará a entrar de cabeça no ambiente de sonho da cidade. Nós ficamos na Praça de Santo Isaac, no Angleterre Hotel, com vista para a Basílica. Perfeito!

  • No inverno, os dias ficam claros muito tarde, anoitece muito cedo, venta muito e faz frio mesmo! Então, programe-se para fazer programas indoor e saiba que os passeios a pé precisam ser intercalados com paradas para cafés para se aquecer.

Veja aqui que roupas levei para usar no inverno russo

– São Petersburgo é super conectada. Há wi-fi gratuito funcionando bem na área central, especialmente na Nevsky.

  • A cidade é muito turística. Então em toda loja há pelo menos uma pessoa que fala inglês e cardápios em inglês em muitos restaurantes nessa área central. O metrô também tem indicações em inglês.
dicas e roteiro de sao petersburgo

A vista da Basílica de Santo Isaac

 

Primeiro dia do roteiro a pé em São Petersburgo

Fiquei hospedada no Hotel Angleterre, e recomendo tanto o hotel quanto o local para se começar o passeio. Comece ali na Praça de Santo Isaac pela Catedral de Santo Isaac para ter uma visão panorâmica da cidade. Visite o interior da igreja que funciona como museu e suba à sua cúpula.

Depois da visita, dê a volta na igreja, veja sua outra face e caminhe pela Admiralteskyi, observando o prédio do Almirantado. Ali nessa praça está uma curiosa estátua com um camelo. Se você descobrir seu significado, promete que conta? =)

dicas e roteiro de sao petersburgo

Prédio do Almirantado visto da Nevsky. Sempre que a gente dobra uma esquina é uma surpresa agradável pros olhos

Agora, se estiver um dia bonito e você tiver disposição, curta um passeio às margens do Rio. Até nossa próxima parada são pouco mais de 40 minutos. Eu acho que a vista compensa, tanto que fiz o trajeto sob neve! Atravesse a ponte Dvortsovaya em direção ao Forte de Pedro e Paulo. O forte é a área original da cidade e contém museus e igreja, onde você pode ver os túmulos da família Romanov. Nós demos muita sorte e conseguimos assistir a um serviço religioso lá [Dica: foi no fim do dia, quando já tinha fechado a visitantes].

Após a visita ao Forte, volte pela ponte Trostskyi. Continue pelo Cais do Palácio. Aqui você verá diversos palacetes, teatros e uma das fachadas do Palácio de Inverno.

Entre na praça Dvortsovaya, siga até o final e dobre à esquerda para entrar na Praça do Palácio. Aí você estará no centro dos prédios que formam o Hermitage, em frente ao Palácio de Inverno.

Todas as informações práticas e história do Hermitage aqui

dicas e roteiro de são petersburgo com mapa

Não entre ainda no Hermitage. Apenas admire a Praça e siga para a Nevsky Prospekt. Aqui você verá muito comércio misturado a palacetes, como o Stroganov Palace, e também atravessará pelo menos uma das muitas pontes da cidade. É o coração da cidade!

Se quiser comer agora, minha indicação por aqui fica no número 20, o Dachniki (em russo, Дачники), que serve comida típica russa e tem cardápio em inglês.

Veja todas as minhas sugestões de restaurantes em São Petersburgo

Dependendo do seu ritmo, ou se for no verão e ainda tiver luz, aproveite para curtir a Nevsky Prospekt, com suas inúmeras lojas e cafés. Você pode visitar o prédio Singer, onde funciona uma livraria e um café e que tem uma bonita vista da Catedral de Kazan, logo em frente.

A visita à catedral é mais uma opção para quem ainda tem tempo neste dia, senão, deixe para o dia seguinte.

dicas e roteiro de sao petersburgo

Detalhe da Catedral de Kazan

   Café Singer: mais detalhes no post sobre onde comer em São Petersburgo

dicas e roteiro de são petersburgo

 Segundo dia do roteiro a pé em São Petersburgo

E hoje é o dia: você vai ao Hermitage! Mas antes, empregue um pouco da manhã para curtir outras atrações. Se você estiver hospedado no Angleterre, pode começar caminhando pela Praça de Santo Isaac. Caminhe para o lado oposto à Basílica e veja a estátua de Nikolau I e lindos prédios como o do tradicional hotele Astoria e o Palácio Mariinsky, onde hoje funciona a Assembléia Legislativa de São Petersburgo.

Siga em frente a atravesse a Ponte Azul, que dizem ser a mais larga da cidade, com 97 metros.

Depois, siga às margens do Rio Moyki até a Nevsky Prospekt. Visite a Catedral de Kazan, que tem um estilo completamente diferente das outras igrejas na cidade. O legal é que essa igreja ainda funciona como templo, então você poderá observar os hábitos religiosos dos russos.

dicas e roteiro de sao petersburgo

Canal que corta a Nevsky Prospekt

Mais à frente na Nevsky, curta um pouco o parque onde está a estátua de Catarina e os belos prédios do Teatro Alexandrinsky e da Biblioteca Nacional Russa. Desse lado da rua, tire fotos do lindo prédio em frente, que abriga o Kupetz Eliseevs Food Hall.

Aproveite para almoçar por ali. Além da comida ser ótima, o lugar é uma atração em si mesmo. Ambiente luxuoso e cheio de história!

dicas e roteiro de são petersburgo

Depois do almoço, pegue a Nevsky e ande um pouquinho mais, até a Ponte Anichkov, considerada a mais bonita da cidade, com suas estátuas de cavalos. Depois, volte pela Nevsky e entre na Bolshaya  Morskaya, uma ruazinha que vai te conduzir à Praça do Palácio através do arco do prédio do General Staff.

Captura de Tela 2015-04-05 às 20.19.07

Agora sim, dedique sua tarde ao Hermitage! Saia do museu quando ele estiver fechando. Aposto que você vai achar pouco tempo e se sentir maravilhado naquele espaço.

Confira meus 10 destaques do Hermitage aqui 

Na saída do Hermitage, se estiver cansado e quiser algo rápido minha sugestão é comer na rede de fast food local Tepemok ou em alguma rede de cafés locais como o Coffee House.

Se preferir, pode provar comida indiana no Chainny Dom. Te garanto que pedir pratos com nomes indianos na Rússia é uma experiência e tanto! haha

Saiba mais e veja fotos do Kupetx Eliseevs e o Chainny Dom aqui 

dicas e roteiro de sao petersburgo

Pontes e palacetes: são muitos, mas você nunca se cansará de tanta beleza. Ponte dos 4 leões, no caminho para o Mariinski

 Terceiro dia do roteiro a pé em São Petersburgo

O terceiro dia pode ser reservado inteiramente para o Hermitage, para quem ficou fascinado pelo local e quer ver mais dos palácios e do acervo. Eu recomendo deixar o dia após a primeira visita, pois aí você já conhecerá como funciona o espaço, a lógica do mapa e já terá mais certeza do que não quer deixar de ver de jeito nenhum. Então, curta o Museu!

Se você tiver ido no verão, pode usar a manhã para fazer um tradicional passeio de barco pelo Rio Neva e depois seguir para o Hermitage. Caso não queria mais voltar a esse museu, veja ao final do roteiro outras sugestões de museus na cidade e também opções de passeios bate-volta.

Para sugestões para jantar, clique aqui

dicas e roteiro de sao petersburgo

Detalhe do prédio do General Staff no Hermitage

 Quarto dia do roteiro a pé em São Petersburgo

O quarto dia pode ser o terceiro para quem não dedicar outro dia inteiro ao Museu ou tiver conseguido fazer tudo num ritmo mais rápido. Hoje você vai conhecer a terceira igreja de São Petersburgo e, na minha opinião, a mais bonita de Moscou e São Petersburgo: vamos à Catedral do Salvador do Sangue Derramado ou Igreja da Ressureição.

Você pode chegar lá cortando a Praça do Palácio para dar mais uma espiada nesse espaço lindo, saindo pela lateral que você não usou ainda. Naquela área existem várias lojas de grifes, caso você esteja interessado em fazer compras.

Siga até a igreja e entre, pois o interior dela é ainda mais impressionante. Garanto que vale a pena!

dicas e roteiro de sao petersburgo

A mais linda da Rússia na minha opinião. Por fora e por dentro, inesquecível!

Depois de visitar a igreja, continue pelo parque em frente, o Mikhaylovskiy Cad Park. Ali ao lado está o Museu Russo, onde você pode parar, ou siga em frente para ver o Mikhaylovskiy Palace, também conhecido como Palácio do Engenheiro.

Dobre à esquerda para seguir pelo Campo de Marte, onde você poderá ver a Chama Eterna, acesa em 1957 em homenagem ao soldado desconhecido.

De lá é só dobrar novamente à esquerda para ver o belíssimo Palácio de Mármore. E com isso você retorna à Praça do Palácio.

dicas e roteiro de são petersburgo

Você pode fazer uma parada para comer por ali ou nos arredores da Praça de Santo Isaac e, se ainda tiver pique, empreender uma boa caminhada andar para o outro lado da cidade. A paisagem é bem interessante, com mais canais e pontes, mas com um pouco mais de cidade real. Algumas ruas estavam até bem decadentes, na verdade. Mas achei interessante para ver um pouquinho além do centro.

Siga até a Igreja da Santa Trindade, de cúpula azul que você pode ter avistado do alto da Basílica de Santo Isaac. No caminho você passará pela etérea Igreja São Nicolau dos Marinheiros. No final do roteiro, você pode pegar o metrô para retornar ao centro da cidade.

dicas e roteiro de são petersburgo

Caminhada para fora do Centro

Para completar seu roteiro em São Petersburgo

Para quem conseguir fazer todas as indicações em menos tempo, ficar mais dias ou viajar no verão, outras sugestões são:

Passeio de barco

É um clássico do verão em São Petersburgo e deve ser uma maneira linda de ver a cidade. No inverno não funciona. Para mais detalhes, veja o post no Viaggiando.

Mais palácios

Se você for no verão, um programa que muitos visitantes recomendam é um bate e volta a Peterhof, o palácio de verão do Pedro, o Grande. Não fiz o passeio porque fui no inverno e, embora o palácio esteja aberto, a grande atração de Peterhoff, o que faz sua fama e sua comparação a Versalles, são as fontes e jardins, que não funcionam no inverno, claro. Para saber mais sobre esse passeio, veja os relatos da Camila no Viaggiando e da Natália no Ziga da Zuca.

Outro Palácio bem indicado, e que recebe mais elogios a seus ambientes internos, é Pushkinconstruído por Catarina e que fica na cidade de Tsarskoye Selo. Também pode ser visitado em um bate-volta a partir de São Petersburgo.

dicas e roteiro de sao petersburgo

Canal mais afastado do Centro, sem movimento de turistas numa tarde de domingo

Mais museus

São Petersburgo tem muitos, muitos outros museus. Alguns que eu gostaria de ter ido, mas não tive tempo foram o Museu Russo, o Fabergé, o Museu da Defesa de Leningrado e o Kuntsmera, de antropologia e etnografia que é conhecida pelas exibições de itens “bizarros”, bem ao modo do século passado.  Também tem um Museu da Vodka, que oferece degustações e funciona como restaurante, o Vodkaroom nº 1.  Aqui, a Camila conta da visita dela ao Memorial Literário Fiodor Dostoyevsky.

Gostou do post? Não deixe de ler Coisas que você só vê na Rússia

Todos os posts da Rússia, aqui

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela. Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil. O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post. E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem, onde você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto. Compre já e economize!

PROMOÇÃO: 10% de desconto nos seguros para viagens com início ou término entre 18 de dezembro de 2018 e 4 de fevereiro de 2019.
É só utilizar o cupom FERIAS na Seguros Promo!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. Helen
    12 fev 2017

    Boa noite.

    Muito bom o seu roteiro. obrigada.
    Estarei em São Petesburgo por dois dias em uma parada de um cruzeiro da Norwegian e não tenho informações básicas sobre o porto( se é perto, se tem transporte para o centro, etc).
    O inglês basta ou é difícial passear?
    O tour do navio é muito caro e eu queria saber se tem outros tours saindo do porto.
    Obrigada

  2. Adriana Gonçalves Alkmim Rocha
    14 dez 2016

    Oi Jackie
    Você poderia me ajudar?
    Um grupo de amigos vai a Moscou e São Petersburgo em novembro de 2017.
    Resolvi fazer a viagem com eles, mas estou apreensiva com o clima.
    Eu já viajei muito, mas nunca peguei uma temperatura abaixo dos 17 graus (eu detesto frio) e não tenho a menor idéia do que é viver na neve.
    É possível fazer passeio a pé?
    Corro o risco de ficar presa no hotel, vendo a cidade pela janela ?
    Preciso comprar roupas especiais?
    Encontro essas roupas em Belo Horizonte?
    Não conheço ninguém que tenha ido à Russia.
    Se você puder responder me será muito útil.
    Obrigada

  3. Eliseo mena
    15 ago 2016

    Todo muito bom. Pena que não se fala de custos.

  4. Jefferson
    09 jul 2016

    Jackie Mota, primeiramente parabéns pelo blog, possui ótimas dicas e o mais importante é que nos inspira a viajarmos.

    Estou montando meu roteiro pela Europa e terei 8 dias na Rússia, onde pretendo dividir entre Moscow e São Petersburgo, assim pergunto se a melhor escolha é deixar 4 dias para cada cidade, ou aconselhas dedicar um tempo maior a alguma delas?

    Abraço e boas viagens!

    • 03 out 2016

      Jefferson, acho ótimo 4 e 4. Se for inverno, talvez possa ser 5 em moscou e 3 em st pete (e não incluir o palácio de verão da catarina, fora da cidade). Se for ao palácio, 4 e 4 fica ótimo.
      abs,

  5. Neri birck
    26 jun 2016

    Estive em São Petersburgo em junho. A cidade é encantadora. Os palácios a igreja do sangue derramado e única. O que mais nos chamou a atenção foram os banhistas totalmente nus na “praia” numa temperatura de 3 graus. A população e trenamento receptiva mas ainda tem a herança do totalitarismo. Vimos isso quando fizemos o check-in, não sabem tomar decisões em situações não usuais.

  6. 10 jun 2016

    Oi Jackie,
    Qual mes voce foi para la?
    Quantos graus estava? Pois pretendo ir em Abril (na Pascoa).
    Bjos

    • 13 jun 2016

      Oi Carol, fomos em dezembro! Acho que pegamos 0 e sensação de – 5 a menos 10. Mas o problema lá é o vento, Venta muuuito geado. Entao apesar de estar mais “quente” que em Moscou, achei lá pior no frio.
      bjs,

  7. 05 jun 2016

    Oi Jackie!
    Estamos planejando para final de outubro, começo de novembro.
    Pensei em 3 dias em St Peter, mas sobre Moscou estou na dúvida, quantos dias recomenda?

    Obrigada, beijo!

    • 06 jun 2016

      Oi Camila, tudo bom? Vc vai amar Peter, tenho certeza! =) Olha, Moscou, pro básico dá em 4 dias, se tiver 5 fica excelente, pq é uma cidade beeeeeem grande e o negocio é que nessa época ja tem bem pouca luz. Mas 4 esta de bom tamanho pro básico e se vc ficar pelo centro facilita. qq coisa me grita, viu, tenho um amigo que mora la. bjs!

      • 09 jun 2016

        Obrigada Jackie! Se vingar mesmo vou querer um.contato sim. Quem mora na cidade fornece as melhores dicas né!?
        Como fizestes o trecho Moscou – São Petersburgo? Compraste com antecedência?
        Teremos só 9 diad inteiros, tirando o dia da chegada (de tardinha já) e da saída (manhã cedinho), então não poderei incluir os bálticos, mas estou pensando em Tallinn pelo menos, tu acha que cabe? Quatro dias Moscou, três St Peter, ir no fim do 3o dia pra Tallin e ficar 2 dias lá…

        Obrigada de novo!

      • 03 out 2016

        Até Cabe, Camila, mas acho que ficaria meio apertado. Que mis vc vai? Se for verão, eu ficaria mais um dia em St Pete e iria ao Palácio da Catarina. Mas da sim, acho que nesse caso voltaria pra moscou de avião de Tallinn.
        Moscou-St Pete fizemos de trem local (não foi no Sapsan), meu amigo comprou antes pra gente.
        bjs!

  8. 13 abr 2016

    Olá Jackie,
    Adorei os post, super detalhado. Pergunta: Você acha que 3 dias é muito pouco para St. Petersburgo? 3 dias e 2 noites. Chegar lá de noite oferece algum risco? Tipo, meia noite. O que você sentiu da cidade?
    Obrigada!
    Camilian

    • 18 abr 2016

      Oi Camilian, acho 3 dias e 2 noites perfeito, na verdade. Nós ficamos esse tempo lá e não foi muito porque era inverno, então as 15h já estava escuro, mas sendo em outra época, acho que dá pra aproveitar bem. Eu senti a cidade bem tranquila, tirando a parte onde fomos pegar o ônibus para os balticos. Mas no centro da cidade, metro etc achei bem tranquilo (lembrando, eu moro no Rio rs).
      bjs,

  9. Caio
    13 nov 2015

    Oi Jackie! Tudo bem?

    Primeiro: adorei seu post. Estou planejando ir em dezembro e você me animou mais ainda só que tenho uma dúvida: em dezembro, faz aquele frio que dá para suportar ou é melhor ir em outra época? Farei um mochilão pela Europa e queria muito incluir Saint Peter no roteiro porém tenho esse medo de não conseguir aproveitar pelo frio.

    Beijos!

    • 17 nov 2015

      Oi Caio, depende de quão agasalhado vc está =) rs
      Em Sao Petersburgo acho que em dezembro pegamos mínimas de 4 graus, nada negativo. Mas VENTA muito lá, então a sensação é bem pior que em moscou. Bom, a gente adorou ir nessa época, pois quando se fala em russia, era em muito frio que pensávamos, sabe? rs e foi lindo ver o Hermitage com neve caindo lá fora. eu acho que vale super a pena, até porque é uma experiência diferente do que temos aqui. Mas claro que tem seus inconvenientes. Os dias tem pouca luz, 16h já ta escuro, vc não vai ficar batendo tanta perna por aí, porque faz frio. No verão vc pode andar mais na rua, até mais tarde. Mas no inverno vc pode aproveitar pra ver bem o Hermitage por exemplo, que sozinho te consome dois dias.
      Tem um post aqui sobre como se vestir no inverno, dá uma olhada e encare que vale a pena. A cidade é linda demais!
      bjs,

  10. Raquel
    29 abr 2015

    Oi, Jackie!!

    Achei seu blog porque estou buscando dicas de roteiros para os países bálticos. Vou fazer um cruzeiro pra lá em julho/15. Ano passado fiz um pelo Mediterrâneo e adorei. Mas algumas excursões do navio deixaram a desejar. Na verdade me dei bem andando sozinha.

    Então este ano decidi que vou fazer tudo por conta própria…e AMEI as suas dicas. As de Tallinn já estão devidamente guardadas, mas São Petersburgo está me deixando meio insegura. Mas pelo visto vc conseguiu aproveitar bem mesmo sozinha, certo?

    Tenho dois dias pra ficar na cidade… você sabe me dizer se a zona portuária é muito afastada do centro?

    Bom, vou estudar seu roteiro direitinho e… qualquer dúvida eu posso pedir ajuda, né? rsrs

    Beijinhos

    • 02 maio 2015

      Oi Raquel, que legal! Vai ser uma viagem ótima, hein? Olha, eu achei Sao petersburgo muito tranquila pra se virar sozinha, bem “europeia” mesmo. Moscou não, não recomendo ir sozinha, mas piter, super tranquilo. Eu não vi onde ficava o Porto, mas pelo que li é um trecho de uns 40 minutos de carro. beijos,

    • Tatiana Ferreira
      25 fev 2016

      Oi Raquel! Li o seu comentário e queria saber se você chegou a fazer o cruzeiro. Vou fazer um também em maio de 2016 e também tenho muitas dúvidas quanto ao passeio em St. Petesburgo. Se você foi, poderia me responder as seguintes perguntas:
      1 – Você foi por qual empresa de cruzeiro?
      2 – Foi tranquilo o desembarque na Rússia. No precisa de visto né?
      3 – Você conseguiu fazer os passeios sozinha ou contratou excursão?
      4 – Pela sua experiência, aconselha fazer os passeios por conta própria?
      Aguardo resposta. Obrigada. Tatiana

      • 29 fev 2016

        Tatiana,brasileiros nao precisam de visto na Rússia não viu?
        Abs,

      • Andre
        14 out 2016

        Boa tarde,

        Você fez o cruzeiro?
        Vou fazer no próximo ano e tenho as mesas duvidas que você.

      • Ligia
        27 maio 2017

        Bom dia. Tenho exatamente as mesmas dúvidas da Tatiana… Alguém poderia esclarecer? Obrigada.

      • Lara
        11 ago 2017

        Olá Tatiana, estou exatamente com as mesmas dúvidas que você mandou em 2016. Vou agora no fim de agosto, com a MSC. Você poderia me ajudar com essas respostas? rs. Obrigada.

  11. 09 abr 2015

    Excelente e didático post! Muita gente não gosta de roteiro mastigado, mas em se tratando de um país tão diferente, com a barreira da língua evidente, acho o que você fez uma utilidade pública.. rsrsrs

    Com minha viagem frustrada desse ano espero poder seguir as dicas ano que vem!

    bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.