Outros viajantes: lua de mel em Floripa, pela Karla Larissa

por Jackie Mota 27.ago.2012
Na coluna Outros Viajantes de hoje quem conta sobre sua lua de mel é a Karla Larissa, do blog Compartilhe Viagens. Conheci a Karla através da RBBV e quando vi que ela tinha passado a lua de mel em Florianópolis, pedi que escrevesse para a gente. Adorei o texto e já fiquei morrendo de vontade de ir para a cidade. Vejam só as dicas.
Lua de Mel na Ilha da Fantasia: Florianópolis

Por Karla Larrissa
Pôr-do-sol visto do Hotel Daifa

Estou muito feliz em ter sido convidada pela Jackeline Mota e o Viaje Sim! para compartilhar com vocês uma das viagens mais especiais da minha vida: minha lua de mel em Florianópolis (SC).

Sou de Natal/RN, que já é um dos principais destinos de lua de mel no Brasil. Então não foi fácil escolher para onde ir e aproveitar os primeiros dias de casada. Como casamos em janeiro de 2010, em pleno verão, o destino, sem dúvida, teria que ser de praia. A cidade foi sugerida pelo então noivo e, agora marido, Fred Santos, e foi acatada por mim na mesma hora!  Em todo país, não poderíamos ter escolhido lugar mais maravilhoso para a ocasião.
Todo mundo diz que o Rio de Janeiro é a cidade mais bonita do Brasil. Mas quem conhece Florianópolis fica realmente em dúvida e pode apostar em um empate. Como estava muito atarefada com os preparativos do casamento, não tive tempo de organizar um roteiro, como amo fazer, e saímos de Natal com apenas uma coisa definida: o hotel.
Ficamos hospedados no Hotel Daifa, que fica num bairro chamado Prainha, a 700 metros do centro da cidade, e com uma belíssima vista para a marina e para a ponte Hercílio Luz. Como estava em horário de verão, víamos um belíssimo pôr do sol da janela do nosso quarto após as 20h.
Centro de Floripa: Mercado Municipal, Praça da Figueira e praça em frente à Catedral
Assim que chegamos ao aeroporto Hercílio Luz (tudo lá leva esse nome – Hercílio foi governador de Santa Catarina por três vezes!), descobrimos que nossas malas não vieram no mesmo voo, por um atraso na conexão. E essa foi uma lição que aprendi: leve sempre uma muda de roupa na mala de mão!
Sem roupas de praia em uma ilha, optamos por visitar primeiro o centro da cidade. E como é bonito! Sou apaixonada por prédios históricos e fiquei encantada como os de lá são bem conservados e utilizados para o comércio, inclusive, por grandes redes.
Fizemos um passeio pelo Mercado Público Municipal, que também tem uma arquitetura muito bonita e é bem conservado. Andamos pela Praça XV de Novembro, também conhecida como Praça da Figueira, por abrigar uma belíssima Figueira centenária. Reza a lenda, que se você contorná-la várias vezes atrai casamento, sorte e fortuna.
Como já estava casada, contornei a árvore para quem sabe, ficar rica, o que até agora não aconteceu! Mas não custa tentar!
Ainda no Centro, visitamos a Matriz de Florianópolis, a antiga Alfândega, onde funcionam uma galeria de artes, uma feira de artesanato e um bar. E à sua frente fica o Largo da Alfândega, local de manifestações populares e shows. É tudo pertinho um do outro e dá para caminhar tranquilamente.
Além da beleza do centro me agradou muito a segurança ao redor, pois a área é toda monitorada por câmeras de segurança.
Recebemos nossas malas só à noite e só deu tempo de sairmos para jantar. No dia seguinte, começamos o passeio pelas famosas praias de Floripa. Tentamos alugar um carro, mas por problemas no cartão, não conseguimos, e encaramos pegar um ônibus rumo a Jurerê Internacional, que fica a 23 km do centro. Foi fácil chegar até lá, pois o transporte urbano de Floripa é muito organizado. A poucos metros do hotel podíamos pegar ônibus para praticamente qualquer lugar da ilha, pagando apenas uma passagem convencional. Se for necessário, é feita a troca em um dos terminais de integração, mas sem pagar novamente.
Jurerê Internacional é uma praia belíssima de águas calmas e mornas, frequentada por ricos e famosos. Depois de curtir a boa vida em Jurerê, pegamos outro ônibus com destino a Santo Antonio de Lisboa, mas, por algum motivo, errei completamente o caminho e fomos parar não sei aonde (Isso mesmo até hoje não sei com certeza, mas tudo indica que era Vargem Pequena).
Mas, como sempre digo, a melhor parte de uma viagem são as surpresas.
Esse erro nos rendeu uma das experiências mais incríveis. Aceitando uma sugestão do cobrador do ônibus, paramos eu e Fred Santos, sozinhos no meio do nada para fazermos uma trilha que não sabíamos por onde começava nem quanto tempo durava. Sabíamos apenas que terminava na Lagoa da Conceição. Sem água e de havaianas, encaramos a trilha morro acima. Não sei quantas horas passamos ali em meio a Mata Atlântica. Quando já achávamos que íamos desfalecer ali, encontramos algumas crianças do lugar, que nos informaram que já estávamos quase lá. Mais alguns minutos de caminhada e enfim, tive uma das vistas mais lindas de toda minha vida: uma panorâmica da Lagoa da Conceição.
A única certeza que tenho sobre essa trilha é que aquele era o único acesso à Sede do Distrito da Lagoa da Conceição. O final da trilha é numa vilinha linda, com casas que pareciam ser de um conto de fadas. Para sair de lá só de barco e adivinhem: o último saía às 17h30 e chegamos lá às 17h25. Esses barquinhos funcionam como serviço de transporte entre as pequenas praias ao longo da Lagoa e a passagem é bem baratinha.
Do barco pudemos ver outras vilas que dispõem de bares e restaurantes. Vale a pena conhecer, o que fizemos em outro dia. O desembarque do barco é no trapiche do centrinho da Lagoa, onde estão bares, restaurantes e lojas.
Vila ao fim da trilha
A Lagoa da Conceição é visita obrigatória em Floripa. É lá onde fica a Avenida das Rendeiras, onde é possível comprar as tradicionais rendas de bilro. Em frente à Avenida, tem um gramadinho que as pessoas costumam usar para se bronzear, fazer piquenique. Também é possível passear de caiaque e no caso das crianças brincarem em um dos brinquedos infláveis. Uma praia mesmo!
Nos dias seguintes, alugamos um carro e desbravamos a ilha. Com um mapa na mão, fica muito fácil, pois a cidade é muito bem sinalizada. Conhecemos ao norte: a Praia Brava, Ingleses, Santinho, além de Jurerê. Ao leste: a Joaquina e suas dunas, a praia Mole e seus mirantes. Ao sul: Campeche, Ribeirão da Ilha, Armação, Pântano Sul e a encantadora Lagoinha do Leste.
Lagoinha do Leste está entre as dez praias mais bonitas do Brasil, segundo o jornal inglês “The Guardian”, e estou plenamente de acordo com eles. A Lagoinha reúne em um só lugar praia, lagoa, cachoeira e mata nativa. A beleza da praia é preservada pela dificuldade de acesso.
Praias: Mirante da Praia Mole, Dunas da Joaquina e Praia da Armação

Para chegar lá, só de barco, saindo do Pântano Sul, ou por trilha. Fomos de barco e voltamos por trilha, que dura em média 1 hora por dentro da Mata Atlântica.
Na Lagoinha não há nenhum tipo de comércio, então é bom ir preparado, levando comida, água e protetor solar. Para aproveitar tudo que a natureza tem a oferecer, muita gente resolve acampar por lá. Só não pode esquecer de recolher o lixo!
Outro passeio imperdível em Florianópolis é o passeio de barco que sai da Ponte Hercílio Luz, com vista panorâmica da cidade e da Av. Beira Mar, passagem pelas Ilhas Guarazes e descidas nas Ilhas de Ratones Grande (Fortaleza de Santo Antônio) e Anhatomirim (Fortaleza de Santa Cruz). Além de paradas para banho e almoço.
No continente, visitamos a Guarda do Embaú e o Beto Carreiro World, em Penha. No Compartilhe Viagens tem posts sobre os dois lugares.
Na ilha, em todos os lugares se come muito bem e por um preço bem honesto. A grande pedida é a sequência de camarão, com várias porções de camarão servidas com diferentes preparos. Para sair à noite, os barzinhos do centrinho da Lagoa da Conceição são uma ótima opção.

Lagoinha do Leste
A ilha como um todo é encantadora com belezas literalmente por todos os lados. Além de ser uma cidade grande com calmaria de interior. Se for visitar no verão, não se esqueça de caprichar no protetor solar, nesse período pegamos temperaturas de até 40º. Impossível não se apaixonar por Floripa!

Texto de Karla Larissa; Fotos: Compartilhe Viagens

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!
  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela;
    Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil.
    O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post.
    E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto.

Compre já e economize!

  • HOSPEDAGEM: Hotéis e apartamentos com o Booking.com; Hotéis que aceitam cacorro com o Booking.com; Quartos e aptos no Airbnbganhe R$ 130 em sua 1ª reserva usando nosso link
  • CHIP DE CELULAR: Chip de celular internacional para internet e/ou dados America Chip : Use VIAJESIM e ganhe 5% OFF
  • USHUAIA: passeios com a Brasileiros em Ushuaia com melhor preço garantido
  • AMAZON AMERICANA: crie uma lista de enxoval e economize dinheiro e tempo na sua Babymoon
  • PET SHOP: Tudo para seu cachorro na ZenAnimal – usando o cupom VIAJESIM você ganha 5% de desconto 
  • CÂMBIO: compare as cotações nas casa de câmbio da sua cidade com apenas um clique, faça sua oferta e troque moeda com segurança na Melhor Câmbio
  • PASSAGENS AÉREAS: compare preços com a Passagens Promo
  • INGRESSOS: museus, parques e shows pelo mundo com a WePlann
  • PARIS: guias que falam português na França entre Amigos 
  • AMAZONGuias de viagem, Kindle e outros produtos da loja brasileira 
  • Problemas com a cia aérea? Exija seus direitos com assessoria jurídica prática e ágil. Entre em contato com a Resolvvi



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.