Onde comer e onde ficar em Bagan

por Jackie Mota 09.abr.2015

Como já contei no post com a história do Myanmar, os empreendimentos mais sofisticados revertem mais dinheiro diretamente para o governo – é o caso, por exemplo, dos resorts que ficam bem próximos dos templos. Sabendo disso, nós procuramos um hotel intermediário, que tivesse conforto, especialmente uma piscina, mas que não fosse 100% do governo.

onde ficar em Bagan Hotel Zfreeti

Nós ficamos no incrível ZFreeti. Não posso chamar de nada menos que incrível um hotel com gente tão simpática, que me fez sentir tão querida e bem recebida do outro lado do mundo. Eles tornaram meu aniversário ainda mais inesquecível.

Mas eu recomendo o hotel por tudo, viu? As instalações eram muito boas. Tudo novinho, espaçoso e limpo. Nosso quarto tinha um bom tamanho, tv, ar-condicionado e frigobar. A área da piscina, e a própria, eram ótimos. Aliás, piscina naquele caloria é um super bônus. Tem um bar e uma boa área na recepção também.

onde ficar em Bagan Hotel Zfreeti onde ficar em Bagan Hotel Zfreeti

Ele fica em Nyang-U, pertinho de boas opções de restaurantes e bem perto do aeroporto também.

onde ficar em bagan hotel Zfreeti

Fizeram pra mim no meu aniversário. Fiquei super tocada com a gentileza

O wi-fi funciona super bem. O café da manhã, servido em um terraço era bem legal também. Ele tinha opções de culinária asiática e ocidental. O hotel tem serviços de lavanderia.

 Não perca tempo: ache o melhor preço de seguro para sua viagem 

Onde comer em Bagan

Eu simplesmente amei a comida birmanesa! Ela me lembrou a comida indiana, mas na verdade tinha sempre uns toques diferentes. Também curti que nos restaurantes normalmente podíamos pedir várias porçõezinhas pequenas de pratos diferentes, ideal para poder provar bastante coisa nova.

Uma das coisas que achei mais interessante foi a porção de folhas de manjericão frito. Manjericão. Frito. Gente, que delícia! Além disso, comi muito curry. Eles têm sempre opções com um camarão local, mas eu não como camarão. Aliás, acho que eles chamavam de lagostins e vendia em tudo que era canto, como espetinho etc.

onde comer em bagan

O primeiro restaurante em Bagan. Várias mini-porções, nhami nhami

No primeiro dia almoçamos em um restaurante no meio dos templos e não consegui achar o nome nas minhas anotações. Apesar de ter sido uma experiência interessante, o primeiro contato com a comida, eu fiquei um pouco preocupada com a higiene do lugar e olha que sou bem tranquila e costumo comer na rua. Mas enfim, ninguém passou mal! rs No jantar, no meu aniversário, a gente ficou no hotel mesmo, bebendo uns drinks e comendo bolo que o pessoal o hotel fez pra mim =)

onde comer em bagan

Camarão onipresente em Bagan

No segundo dia, almoçamos no Queen. Foi nosso guia que nos levou lá e tinha vários outros guias esperando, então ficamos com medo de ser uma pega turista. Mas que nada! Foi ótimo. Ambiente bem mais limpinho, comida muito gostosa e, como sempre, o destaque foi a simpatia do pessoal. A única parte da comida birmanesa que não gostamos muito foi a sobremesa. Lá no Queen provamos vários doces de frutas que eles comem como sobremesa, e nenhum era muito gostoso não.

onde comer em bagan

Sobremesas birmanesas não nos conquistaram. Além de fruta,s eles comem esses doces e castanhas, mas não sua muito doces

Para o jantar escolhemos ir ao Black Bamboo, que fica pertinho do nosso hotel, o Zfreeti. Fomos a pé. O ambiente de lá é uma graça, com um agradável jardim. Ele é de uma francesa que se casou com um birmanês. O cardápio inclui pratos locais, mas com um toque ocidental. Destaque pro sorvete caseiro! Foi uma noite ótima.

onde comer em Bagan

Black Bamboo

 

onde comer em bagan

O lindo jardim do Black Bamboo

Em todos os lugares a comida é muito barata. Tanto o almoço quanto o jantar saíram por cerca de 17 dólares para duas pessoas.

onde comer em bagan

Jantar no Black Bamboo: curry e vinho barman’s

onde comer em bagan

Jantar no Black Bamboo

Veja as dicas práticas do Bagan 

Post com muitas fotos dos templos de Bagan

Veja todos os posts do Myanmar

seguro_viagem_asia_468x60

Índice de posts sobre o Myanmar

Eu quero a newsletter do Viaje Sim!

Fotos: Viaje Sim!

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

PROMOÇÃO atual: Somente 02 e 03 de dezembro a Seguros Promo está com VINTE % de desconto! Clique aqui e use o cupom MONDAY (E consiga + 5% de desconto para pagamento via boleto bancário) 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela;
    Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil.
    O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post.
    E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto.

Compre já e economize!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. MARIA DE FATIMA BRITO PORTELA
    15 fev 2017

    OLÁ JACKIE! Adorei seu post!
    Estou indo agora em março de 2017 para o Myanmar,e gostaria que voçe me passasse o contato do motorista em Bagan! Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.