O que mais curti em Cusco

por Jackie Mota 12.out.2013

 

Quando um destino é muito especial é difícil escrever sobre ele. A gente fica querendo passar pra quem lê os sentimentos que o local nos despertou, coisa bem mais complexa de se fazer do que ajudar a montar um roteiro ou dar informações objetivas sobre atrações. Por isso, enquanto ainda procuro a melhor forma de falar sobre o quão especial Cusco foi para nós, remexi nossa pastinha de fotos e fiz uma listinha, bem pessoal, do que mais curtimos na cidade.

1. Andar (sem ar)

A gente adora andar mesmo em qualquer lugar, mas em Cusco andar sem destino era muito gostoso. A altitude, que em um primeiro momento poderia parecer ser um fator contra a nossa flânerie, na verdade jogava a nossa favor. A falta de ar nos obrigava a andar lentamente. E dessa forma, lentamente, podemos sorver muito mais do nosso caminho, observar o casario, as pessoas, o comércio, conversar sobre o caminho. E não sei se foi graças a isso, mas Cusco é o lugar do qual mais nos lembramos das conversas e das “piadinhas internas” que sempre surgem durante viagens. Uma delas foi o “Totó Lhama”, como passamos a chamar os cães locais que tinham um pêlo volumoso.

programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru 8 programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru 3

2. Sentar na praça

Se na maioria dos destinos o local ideal para sentar e olhar a vida precisa contar com uma super vista, ou estar cercado pela natureza, em Cusco nosso local preferido para apenas ver a vida passar era a Plaza de Armas, a praça central. Se não havia belezas naturais ao redor, havia muita história. Estar na Praça é como estar mesmo no umbigo do mundo e sem dúvida alguma recomendo que a primeira coisa que se faça em Cusco é ir pata a Praça e ficar alguns momentos ali, sentado, absorvendo a cidade.

3. Ruínas do Vale Sagrado

É claro que eu amei visitar Machu Picchu e não sou o tipo de pessoa blasé que diz “ai, nem subi na Torre Eiffel porque é muito turista”. Então sim, fui a Machu Picchu e achei extremamente especial, realmente o ápice de uma viagem pelo Peru. Mas, eu não sei se consigo explicar a diferença, mas é que acho que Machu Picchu e sua preservação têm um quê de museu, de protótipo ideal. Tem algo realmente até de irreal, como uma janelinha no espaço que nos permite atravessar e visitar um local em uma era muito distante. Ali realmente você está o mais próximo possível de ver como era uma cidade inca. Mas, para mim, ver tudo aquilo foi muito mais especial e fez muito mais sentido por causa das visitas ao Vale Sagrado. Nessas ruínas, cada uma em um estado de conservação diferente e muito “setorizadas” – em uma se vê um pouco mais da estrutura militar de defesa, em outra dá para entender melhor o método de construção etc – é como se estivéssemos fazendo cortes transversais na “maquete inca” e enxergando fragmentos daquela vida. Hiperlinks para detalhes daquela civilização. Por isso eu achei os passeios pelo Vale Sagrado tão bacanas, e achei perfeito visitar primeiro, por exemplo, ruínas de povos pré-incas, depois povos que foram afetados por eles e só aí começar a ver esses fragmentos, primeiro, misturados à herança e subjugação espanhola nas construções mistas de Cusco e, depois, nos fragmentos soltos nas ruínas e, aí sim, a cidade inteirinha em Machu Picchu.

meus programas preferidos em Cuzco peru programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru 2

programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru

4. Huayna Picchu

Tá, já que falei de Machu Picchu, digo logo que o que mais gostei lá foi subir Huayna Picchu. Achei legal fazer a trilha, dá um quê de “conquista” ao passeio, sabe? Além disso a vista lá de cima é lindíssima, você fica com os pés nas nuvens e acima da cidade. Vale muito a pena e não é tão puxado fisicamente.

programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru 5 programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru 6

5. Trem

Eu adoro andar de trem! Mas é um programa que faço bem pouco. Acho que a última vez havia sido no Eurostar. Então achei que ir para Águas Calientes no trenzinho azul e amarelo é muito charmoso.

programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru

6. A Catedral de Cusco

Primeiro preciso dizer que gosto de visitar igrejas. Não sou religiosa, mas especialmente na América do Sul onde a Igreja Católica exerceu poder imenso e comandava, de fato, a sociedade, é sempre possível aprender um pouco sobre o local através de suas igrejas. E a catedral de Cusco mostra não apenas como foi o processo de “assentamento” da religião na região como também é uma das (senão a mais) bonita que já visitamos. Infelizmente não se pode tirar fotos no interior da igreja – ou felizmente, né, assim você vai ter mesmo que ir lá ver (e juro que vale a pena!).

programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru 13

7. Comer e beber

Comer e beber em Cusco era sempre prazeroso. Comida e bebida saborosos e preços super justos. Seria um sonho viver em uma cidade com uma culinária tão boa e tão acessível. Nossa experiência não decepcionou em nenhum momento, quer fôssemos a um restaurante do renomado Gastón Accurio como o Chica, entrássemos no primeiro italiano que víssemos na esquina, comêssemos em uma lanchonete bem simplesinha  e especialmente no nosso ponto certo da tarde, o Cicciolina, no surpreendente Índio Feliz (que fica em Águas Calientes, na verdade), no famoso café da manhã do Jack’s ou no point da noite Paddy’s Irish Pub.

programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru

programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru Meu pedido? Quero levar o restaurante todo pro Rio, pode?

8. Clima

Ok, não é um programa, mas estar em um local com um clima que você gosta ajuda a tudo ficar ainda mais gostoso. Eu amo chuva e frio e pegar frio em pleno fevereiro “perto de casa” foi uma delícia. O clima em Cusco era do jeitinho que eu amo. Dias com céu azul de filtro de photoshop, tardes com chuvinha fina e friozinho (às vezes friozão) à noite.

programas preferidos cuzco mochilão bolívia peru 10

Veja aqui e aqui nossas indicações de hotel em Cusco

Pesquise mais de 300 opções de hotéis em Cusco pelo Booking  

Texto e edição: Jackie; Fotos: Viaje Sim!

 

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

PROMOÇÃO atual: Até dia 21/10 a Seguros Promo está com DEZ % de desconto! Clique aqui e use o cupom SEGURA 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela;
    Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil.
    O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post.
    E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto.

Compre já e economize!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. Nice Kotona
    17 nov 2016

    Parece que me vejo falando exatamente o que disse sobre a viagem pra Cusco. Foi incrível e de verdade tentar passar pras pessoas o que sentimos quando estivemos lá é algo difícil de se fazer . Um lugar mágico, encantador, surpreendente . Vale a pena visitar 1000 vezes

  2. Felipe
    14 out 2014

    Olha, eu achei Cusco muito maneira! Apesar de que a cidade tem aquele ar turístico mesmo… como fizemos mochilão, 26 dias na estrada, cruzando Bolívia e Peru, há várias outras cidades mais “nativas” e interessantes para ver. Mas Cusco tem um ar… sei lá… é especial estar lá, uma cidade que voltaria todo o ano se pudesse.
    Já Machu Picchu, fui pela trilha Inca, 4 dias de pura emoção, cansaço e montanhas. Acho que quando se faz a Trilha Inca, vemos que Machu Picchu é apenas mais uma das maravilhas que as montanhas guardam para nós… é realmente incrível. Para quem puder fazer trilha eu recomendo, deixa a cidade perdida centenas de vezes mais especial. Viver estes dias com os descendestes dos incas, ouvir suas histórias, suas tradições e o poder que emana daquelas montanhas, cara, digo uma coisa, você volta para casa totalmente modificado.

    • 16 out 2014

      Oi Felipe, realmente Cusco é especial. Quero muito um dia fazer essa trilha.
      abs!

  3. 08 ago 2014

    Eu adorei Cusco! Acho inexplicável a sensação de estar em um lugar que marcou a história do homem moderno e que tanta coisa inacreditável já aconteceu ali com nossos “ancestrais”. Acredito que é um dos destinos mais legais pra quem curte o contato com a natureza e tem um lado historiador.

    Sem dizer que, por ser um país vizinho, a viagem pode ser bem mais barata do que outros destinos similares.

  4. Mabel Dantas
    17 jul 2014

    Olá, você já fez a trilha Inca? Adorei seu relato, parabéns!

    • 18 jul 2014

      Oi Mabel, não fizemos não. Subimos com o ônibus de aguas calientes.
      abs,

  5. tatiana lima
    14 jul 2014

    Oi Jackie como vc fez de cusco para o vale sagrado e de lá para machu picchu compreou qual bilhete de trem

    • 14 jul 2014

      De Cusco fomos ao Vale Sagrado em um passeio comprado no hotel. E de Ollantaytambo pegamos o trem para Aguas Calientes. Na volta trem de Aguas Calientes para Cusco.
      abs,

  6. Priscila
    06 jun 2014

    Oi Jackie estou programando uma ida ao Peru para lua de mel apenas 6 dias, você teria alguma dica de roteiro?? O que não deveria deixar de visitar?
    Obrigada!! e Parabéns pelo Viaje sim…é um máximo!!

    • 07 jun 2014

      6 dias e 6 noites? Já tem vôo? Se já tiver o vôo para Lima recomendaria 2 dias em Lima e 4 no Vale Sagrado.
      Assim você veria bem rapidamente a capital – nós ficamos só dois dias e gostamos, mas deu pra ver somente uma parte pequena da cidade, sem visitar as principais atrações – e você conseguiria passear um pouco por Cusco, ir a Machu Picchu e ainda conhecer um pouco da região, o Vale Sagrado. Sendo lua de mel o ideal seria algo mais calmo, né? Aí eu indicaria ficar os 6 dias em Cusco mesmo – incluindo Machu Picchu e região. Eu adorei a cidade, tem bons restaurantes e bons hotéis.

      Outra cidade que achei perfeita pra lua de mel foi Arequipa, mas fica mais ao sul, o transporte consumiria tempo.
      abs,

  7. Cláudia
    03 fev 2014

    Olá Jackie!!!
    Ótimo roteiro de mochilão para o Peru, lugar que tenho muita vontade de conhecer. Gostaria de saber qual o gasto médio para esta viagem que fizeram, incluindo: aéreo, hotel e principais passeios!!!

    • 04 fev 2014

      Oi Claudia, viajamos com milhas.
      Os preços dos hotéis vc consegue ver em cada post. A viagem completa pra duas pessoas ficou por cerca de R$ 6 mil reais (R$ 3 mil por pessoa). Foram 19 noites.
      Abs,

  8. Claudia
    24 jan 2014

    Oi Jack…primeiramente vim agradecer a vcs pq acompanho o blog desde da epoca de casar é…rsrs programei minha viagem para Buenos Aires pelo seu blog e dois anos depois conseguimos viajar e foi maravilhoso!!! agora já estamos programando nosso mochilão para o ano que vem e claro corri aqui para seu blog de novo…rsrs vc pretende retomar logo as postagens do mochilão? estou ansiosa aguardando para viajar com vcs mais um pouquinho, pq vc tem tantos detalhes nas suas postagens que me sinto realmente viajando com vcs!!! beijos e brigada!!!

    • 25 jan 2014

      Olá Claudia, legal saber que nos acompanha há tanto tempo.
      Os posts do mochilão estão quase completos. Só falta mesmo publicar Cusco e Machu Picchu e pretendemos sim fazê-lo, mas até março estaremos meio devagar.
      bjs,

  9. Solange
    15 jan 2014

    Olá! Pelo que percebi, você foi a Machu Picchu em fevereiro e gostou. Pretendo ir no mês que vem, mas tenho lido que não é recomendável por chover em excesso. Gostaria de saber se as chuvas não atrapalham tanto quanto dizem e se há muitos turistas nessa época, porque estou pensando em deixar para comprar a entrada e a passagem de trem para M. Picchu nas agências de Cusco, porque se comprar pelo site posso perder o investimento em caso de interrupção dos acessos. O que você acha?

    • 15 jan 2014

      Sim, fui em fevereiro e adorei.
      Te respondei sobre o ingresso no seu comentario anterior.
      No dia a que fui a Mapi choveu por unas 2 ou 3 horas e foi tranquilo. só atrapalha se for o dia todo ou se fechar o parque. Mas no ano em que fui isso não aconteceu. Não é todo ano que chove mt em fevereiro. Dê uma olhada como esta agora em janeiro.
      abs,

  10. Solange
    14 jan 2014

    Olá! Pretendo ir a Cusco em meados de fevereiro/2014, mas estou com medo de comprar entrada e passagem de trem para Machu Picchu pelo site e, devido à temporada de chuvas, o acesso estar inviável e eu perder o que paguei. Não seria mais prudente deixar para comprar lá? Obrigada e parabéns pelas dicas.

    • 14 jan 2014

      Olá Solange, realmente pensado por esse lado é mais garantido vc comprar lá. No entanto, tb pode acontecer de vc chegar lá e não ter a entrad pro parque pro seu período na cidade.
      Eu faria assim: caso eu tivesse uns 4 ou 5 dias livres em Cusco, deixaria pra comprar lá e veria isso logo no primeiro dia emq ue chegasse a Cusco. Acho bem improvavel que esteja esgotado para 5 dias direto em fevereiro. Isso pode ser feito caso vc não tenha problema em remanejar seu hotel (ou não vá passar uma noite em Aguas Calientes) e tenha alguns dias assim totalmente à sua vontade.
      Já se vc tiver um roteiro mais preso, com hotéis e outros destinos antes ou depois de Mapi, ou caso tenha somente 2 ou 3 dias em Cusco, eu compraria antes mesmo. Além disso, veja como é a política de devolução dos ingressos no site (eu não me lembro como funciona), pois pode ser que devolvam caso o parque feche por conta de chuvas.
      Você pode também deixar pra comprar apenas uns 7 dias antes de ir, observando como andam as chuvas por lá.
      uma abraço e depois volte pra contar como foi sua viagem.

      • Solange
        15 jan 2014

        Obrigada Jackie e me desculpe por ter enviado a mesma pergunta novamente, é que não havia visto a resposta. Peço que desconsidere. Suas dicas foram muito boas.É bom poder contar alguém experiente e disposta a colaborar. Um grande abraço.

      • 15 jan 2014

        No problem, imaginei que não tivesse visto mesom.
        abs,

  11. Mariana
    06 jan 2014

    Lindo relato, dá cada vez mais vontade de ir. Vou guardar pra qdo começar meu planejamento em março. Pretendo ir em maio.

  12. Lucas Bornal
    16 dez 2013

    Olá! Tudo bem?

    Eu e minha namorada estamos indo agora dia 26 de Dezembro, saindo de São Paulo e indo por Campo Grande / Bolivia e chegaremos em Cusco dia 31. Somos mochileiros de primeira viagem e o seu blog tem ajudado bastante, porém tenho algumas dúvidas sobre alguns pontos turísticos, neste caso Machu e Huayna Pichu. Temos que fazer a reserva antes ou conseguimos em Cusco mesmo? Como fazemos? Qual o valor aproximadamente devemos deixar separado para este passeio? Muito obrigado e parabéns por todo o site, pesquisei bastante na internet e este sem dúvida foi o mais completo e o mais fácil de navegar.

    Att
    Lucas Bornal

    • 17 dez 2013

      Oi Lucas, te aconselho a reservar Machu Picchu (e Huayna picchu, ou nao, pq vc compra o bilhete pro parque ou pro parque + huayna picchu já junto) daqui mesmo. Porque vc pode conseguir em cusco? pode. mas pode ser que não. aí vai bagunçar td sua viagem, ne? E vc precisa tb do trem pra aguas calientes. então acho sempre melhor ja programar a ida pra machu picchu. o resto vc pode deixar em aberto, mas programe logo sua ida às ruinas.
      Vc compra o bilhete no site mesmo. Este post novinho do Sunday Cooks dá dicas de como comprar pela internet usando o visa travel money: http://sundaycooks.com/2013/12/13/dica-comprar-entrada-machu-picchu/

      Muito obrigada pelos elogios. Qd voltar envie uma foto sua pro nosso mural dos leitores =)Abs,

      • Lucas Bornal
        18 dez 2013

        Olá Jackie! Muito obrigado pelas dicas. De acordo com os comentários deste site os ingressos só estarão disponíveis para a última semana de Dezembro. Vou continuar tentando e quando voltar desta viagem envio alguma foto bacana para o mural. Mais uma vez muito obrigado.

      • 22 dez 2013

        De nada. Boa sorte e boa viagem!
        abs,

  13. 31 out 2013

    Meu lugar preferido no Peru foi a Plaza de Armas de Cusco. Nem sei quantas horas ficamos sentados lá só vendo o tempo passar. Voltaria a Cusco mesmo que fosse para ficar só por ali!

    • 01 nov 2013

      Também faria isso. É uma coisa até difícil de explicar, mas eu adorei fazer isso: nada! rs
      bjs,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.