O pequenino Museo de La Coca

por Jackie Mota 06.mar.2012

 

Cheguei ao Museo de la Coca meio cética, confesso. Estava apostando que ia ser chato, ou superficial ou que não me acrescentaria nada de novo sobre o tema. Mas, ainda bem, eu estava enganada. O pequenino museu tem uma proposta muito clara – oferecer informação simples e direta sobre a história da Coca, a folha originária dos Andes e que deu origem à substância cocína – e é muito bem sucedido em seu propósito.

Localizado na Rua Linares, o museu fica nos fundos de uma galeria. A entrada custa 10 bolivianos por pessoa e dá direito a visitar a exposição no primeiro andar, com guia impresso em português, e ao café no segundo piso. A exposição é quase completamente composta de textos e fotos, cartazes, sem outros recursos. Apesar disso, me prendeu bem, não achei entendiante.
O conteúdo é bem completo. Inclui informações históricas, sobre a origem da folha, o hábito nativo de mascá-la e como os espanhóis a utilizaram para a exploração dos indígenas. Descreve o uso da coca em bebidas e tônicos e o desenvolvimento da cocaína, em consultórios médicos (Freud utilizou bastante a substância)e o uso de derivados desta família (como a lidocaína etc) pela indústria farmacêutica. E explica também a evolução da legislação que tornou essa substância feita com a coca ilegal.

Também há informação sobre o uso abusivo da cocaína, mostrando os efeitos sobre a saúde, o tráfico da droga e a guerra às drogas. E traz também informações sobre a composição nutricional da folha, seus efeitos quando utilizada da forma tradicional  e diversos outros aspectos.

Entre as fotos há interessantes anúncios de produtos dos anos 40 e 50 utilizando crianças e vendendo os benefícios da cocaína para a saúde. Uma informação que eu não conhecia é que a Coca-cola, a Coke americana, não foi a primeira bebida comercial a utilizar a coca na composição. Quando lançado, o refrigerante entrou no mercado para competir com o vinho Mariani, francês, e de bastante sucesso na época. Tão popular que o Papa Leão XIII apareceu em um anúncio endossando a bebida.

No segundo andar do museu funciona uma cafeteria onde é possível consumir e comprar para levar para casa produtos à base de coca como cafés, bolos, doces e licor. Vale lembrar que é proibido entrar no Brasil com folhas de Coca, mas pode-se trazer produtos industrializados à base de Coca.

O pequeno Museo de la Coca vale uma visita e vale ser divulgado, pois é uma pequena mostra de informação clara e útil.

Reserve  pelo Booking o hotel Rosario, em La Paz.

Ou pesquise hotéis em toda a Bolívia no Booking.

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

PROMOÇÃO atual: Até dia 21/11 a Seguros Promo está com QUINZE % de desconto! Clique aqui e use o cupom BLACK 

 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela;
    Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil.
    O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post.
    E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto.

Compre já e economize!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. Taís Leite
    12 fev 2014

    Olá!
    Tenho uma dúvida que estou procurando pela net mas está bem difícil de encontrar, não sei se você teve acesso a essa informação no museu mas é possível entrar com produtos à base de coca (pomada) na Europa?
    Muito obrigada,
    Abraço

    • 22 fev 2014

      Oi Taís, olha, eu não sei como é na europa com certeza. Aqui no Brasil vc pode entrar com produtos industrializados à base de coca. Por exemplo, saquinho de bala de coca (weu trouxe), pode. Não pode é trazer a folha, ou alguma comida caseira. Imagino que na europa seja igual. Mas para evitar problemas te sugeriria consultar uma embaixada, viu? Se conseguir confirmar e puder voltar aqui pra deixar a informação eu agradeço. Assim ajudamos outros com a mesma dúvida. Abraço,

      • Barbara Ribeiro
        29 maio 2015

        Olá Jackie,
        Me chamo Barbara e estou fazendo um trabalho muito importante para a minha escola com o tema ‘Bolívia’ . Como você é repórter e já passou por lá adoraria saber se poderia contar mais sobre sua visita para mim e meus amigos por e-mail ou skype … mas só se não se importar . Meu e-mail é ribeirobarbaramg@gmail.com.

        Agradeço desde já
        Barbara H. Ribeiro

      • 30 maio 2015

        Oi Bárbara, tudo bem? Adorei seu contato. Infelizmente, estou embarcando amanhã em uma viagem, e hoje estou de plantão, então não consigo agendar uma conversa com vocês. Se quiserem me mandar um email, eu tento responder pelo celular. Envie para falecomsim@gmail.com
        No mais, aqui no blog há mts textos sobre a Bolívia que eu espero que ajude: https://viajesim.com/categorias/bolivia

        abs,
        Jackeline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.