Kindle: vale a pena comprar esse aparelho?

por Jackie Mota 18.set.2013

Post atualizado em março de 2015

Kindle: vale a pena comprar esse aparelho? – Eu não tenho como fingir ser imparcial sobre o objeto deste post: assumo logo, sou apaixonada pelo Kindle! Ganhei o meu em 2011 e até hoje o considero um dos melhores presentes que já ganhei na vida, uma super aquisição – tanto que já estou no meu terceiro aparelho. Agora que a Amazon abriu uma loja .com.br tenho visto muita gente com dúvidas sobre comprar ou não um bichinho e, especialmente quem viaja muito tem dúvidas sobre a real utilidade do aparelho. Então decidi escrever esse post expondo a minha experiência com o Kindle nestes 3 anos de uso e para tentar ressaltar as vantagens/desvantagens para os viajantes e para responder à repetida pergunta “Kindle, vale a pena comprar um ?”.

| Kindle/Ipad

kindle versus ipadNa foto meu Kindle antigo está em cima do Ipad 2. Como dá pra ver as dimensões do Ipad 2
são bem maiores, bem como o peso: Ipad com cerca de 600 gramas e Kindle com cerca de
170 gramas; o tamanho regula com o Ipad Mini, que é só um pouco maior que o Kindle, mas
ainda é mais pesado (Ipad Mini=308 gramas)

Para começar vamos à fatídica comparação com o Ipad. Normalmente me perguntam “compro um Kindle ou um Ipad?”. Olha são coisas completamente diferentes. Foram concebidos como gadgets diferentes, com objetivos diferentes e , por isso, não podem ser comparados assim Kindle versus Ipad. Na verdade você precisa saber para que você quer um aparelho e aí naturalmente você vai saber se quer um Kindle ou um Ipad. Porque vamos ser diretos: se você quer um Tablet, para acessar internet e eventualmente ler, você não quer um Kindle.

||A Amazon até tem modelos de Kindle/Tablet, o Fire, mas eu
não o conheço, então não posso comparar o desempenho dele
como tablet. Então, para simplificar vou falar no post dos
modelos Kindle que conheço que são: Kindle, Kindle Paperwhite,
Kindle Paperwhite 3G e Kindle DX. O modelo do meu Kindle
mais amado não está mais disponível e vou falar ao longo do post
porque o amava tanto. #RIP

Bom, o Kindle é um e-reader, um leitor de e-books, os livros eletrônicos. Serve fundamentalmente para isso, embora tenha, sim, outras funções, especialmente nas versões mais recentes.

| Suporte

Tenho duas experiências com a Amazon, no suporte ao Kinde. Uma primeira maravilhosa e uma segunda que, embora o atendimento tenha sido bom, o resultado pra mim foi péssimo. Vamos lá. O Kindle pertence à Amazon, uma empresa que vende não só livros como qualquer coisa que você venha a caçar lá na loja. O suporte da Amazon é maravilhoso. Em 2012, poucos dias antes de viajarmos para nosso mochilão meu Kindle morreu. Ele ficou com a tela estática e eu desesperada, já que planejava levar livros para leitura e documentos da viagem no aparelho. Entrei em contato com a Amazon e eles prontamente enviaram um novo aparelho para mim. Sem nenhuma chateação. O meu aparelho foi comprado nos EUA e eles enviaram de lá super rápido. Acho que chegou em 4 dias. Não paguei frete, não paguei nada pelo aparelho novo, nem paguei o imposto do aparelho pra entrar no Brasil. Enviaram também um selo para que eu retornasse o Kindle quebrado para eles, o que fiz após a volta da viagem. Tudo fácil, rápido e sem estresse.

Já em janeiro de 2013, esse meu segundo Kindle morreu do mesmo jeito (ou seja, ele é bem “dado” a se quebrar sozinho). Entrei em contato com as duas Amazons, a .com e a .com.br. Nos dois o suporte foi ótimo no atendimento, rápido, educados, eficientes, ligam quando dizem que vão ligar, uma maravilha de call center. Mas, no entanto, pra mim a solução foi bem ruim. Como esse aparelho já tem dois anos comigo, já está fora da garantia da Amazon, que é de apenas um ano. Nesse caso eles não trocam. Oferecem um desconto, de uns 25% mais ou menos. Mas, no entanto, como o aparelho tem que vir dos EUA, eu teria que pagar o aparelho com desconto + o imposto dele ao entrar no Brasil (que é sempre alto) + o frete dele dos EUA pro Brasil. Ia sair mais ou menos o mesmo preço de um novo no Brasil. Além disso, não disponibilizam todos os aparelhos pro Brasil (tem mais opções pros EUA) e na opção que me deram não tinha nenhum com 3G, que o meu atual tem. Ou seja, se o seu Kindle quebrar fora da garantia, é quebrado mesmo, vai ter que comprar outro. Porque até onde sei não existe conserto pra ele em qualquer oficina ou algo assim. E aí eu achei beeeem desvantajoso. Eu sei que atualmente as pessoas trocam de celular todo ano, e os gadgets têm vida curta, mas eu acho dois anos bem pouco tempo de vida útil. O que mais me chateou é que eu encontrei zilhões de casos de Kindles quebrados do mesmo jeito, com menos ou mais de 1 um ano de vida. Então a sensação que tive foi “que azar que não quebrou com um ano de vida” sabem? Além da sensação de “mora no Brasil? Se ferrou, vai pagar tanto imposto que vai sair caro pra você de qualquer forma mesmo com o desconto da Amazon”. No fim, eu peguei um novo com o desconto oferecido, quando estive pessoalmente nos EUA.

Enfim, nesse tópico a avaliação é do suporte e esse é ótimo. Eles são rápidos, atendem bem, trocam sem problemas na garantia e ainda oferecem desconto em caso de estar fora da garantia. Acredito que é mais negócio para a Amazon ter um dono de Kindle consumindo livros do que com o aparelho quebrado, claro, mas o suporte foi realmente muito bom e como isso é raro, precisa ser ressaltado.

kindle2Guias de viagem ainda são poucos em português,
mas em inglês há muitos, como esse Lonely Planet

| Mas e aí, como é o bichinho?

Hora de ir ao ponto, né?

|| Formatos suportados: O Kindle, como eu disse, serve para ler ebooks. Tanto os livros vendidos pela Amazon como outros formatos. Os livros da Amazon são no formato Mobi e a vantagem desse formato é que estando o documento nele você consegue ajustar tamanho da fonte, espaçamento entre letras etc. Os outros formatos suportados – pdf, jpeg, txt, doc, docx – não sáo tão ajustáveis assim. Você consegue ajustar o tamanho da tela, mas não da fonte e com a precisão do formato Mobi. O Kindle suporta, ainda, formato MP3, o que permite ouvir música nele também. Ele tem uma saída para fone de ouvido comum, como de celulares.

|| Tela: De longe a grandíssissima vantagem do Kindle para mim é o inkpaper, a tinta eletrônica. A tela dele não é de lcd como um computador ou Ipad: ela não emite luz. E daí? E daí que a vista não se cansa como quando ficamos horas na frente do computador. Esse foi e é o maior atrativo do Kindle para mim, porque depois de ficar horas no computador trabalhando minha vista ficava muito cansada para ler na tela. E como eu precisava nos últimos anos ler muito para o mestrado foi uma benção, acredito que aumente muito o rendimento da leitura. É realmente como se lêssemos um livro e, inclusive, não há problema de refletir o sol como o tablet.

Então, para quem viaja eu acho que o Kindle já tem uma vantagem: se você gosta de largatear ao sol enquanto lê, o Kindle será um ótimo companheiro.

Li uma reportagem no Gizmodo que comparava diversos tipos de tela e os efeitos delas para os olhos. Segundo a matéria as telas modernas de lcd não cansam a vista taaaanto assim. Mas bem, eu sinto um desconforto enorme ao fim do dia, e nenhum se leio em papel ou kindle.

Uma das desvantagens do Kindle apontadas pelo Gizmodo é que não dá para ler nele se não houve luz no ambiente. Bom, essa desvantagem se foi. No meu Kindle antigo eu usava uma luz de led, comprada à parte para ler à noite. Mas, no novo Kindle Paperwhite isso foi solucionado com a inclusão de uma luz no próprio aparelho que você liga quando necessário. Achei uma ótima nova função. Meu aparelho novo é desse modelo e agora sim, ficou perfeitão.

kindle3Opções de texto: aumentar a fonte, formatar a página, ler formato paisagem, ouvir o texto

|| Bateria: A bateria do Kindle dura muito. Segundo o site da Amazon, dependendo do modelo, vai até 8 semanas. O meu, usando direto e com o wi-fi ligado, uma semana, em média. Mas se deixo ele desligado e guardado a bateria não descarrega, o que é ótimo e aí dura muito mesmo. Não preciso nem escrever nada sobre isso comparativamente com tablets, né?

||  Peso: Carregar os livros e xerox pra cima e pra baixo pesa. É ruim pra coluna e às vezes a gente deixa de levar um texto porque não cabe na bolsa, né? Com o Kindle, não tem problema. Ele é pequeno e leve, bem portátil mesmo. Na foto do site da Amazon tem uma foto bem legal de um aparelho ao lado de um lápis. Eu tirei essas fotos abaixo comparando com o Ipad.

|| Armazenamento: O Kindle pode armazenar cerca de 3500 livros eletrônicos. É coisa à beça. Não tem risco de ficar sem espaço e ainda economiza espaço na prateleira de casa. Eu amo livros em papel e continuo os comprando, mas tenho dado preferência para o papel em livros “pra ver”, como guias culinários, de viagem e fotografia. Mas livros acadêmicos, por exemplo, podem ser possuídos eletrônicamente sem perda alguma.

|| Ergonomia: Quem ama ler na cama levanta a mão! O Kindle é a realização de um sonho: ler na cama podendo se virar pra lá, pra cá, deitar de barriga pra cima sem precisar inclinar um monte de travesseiros. Ele é fininho, dá pra segurar sem se cansar e não tem aquele problema das folhas voltando quando a gente está de determinado lado. É ótimo para ler na cama! Ele também pode ser configurado para mostrar o texto em formato retrato ou paisagem.

No meu Kindle antigo, esse da foto, havia esses botões nos dois lados para trocar de página. O novo é touchscreen. Demorei um tempo para me acostumar, e confesso que os botões físicos eram bem prático, mas ainda é mais fácil do que livro de papel.

kindleÉ só colocar o cursor sobre uma palavra que o dicionário mostra a definição (embaixo)

|| A vantagem de todo ebook: Outras vantagens do Kindle são, na verdade vantagens de todo ebook: economia de dinheiro e tempo com frete, de papel e menos peso para carregar e no próprio livro, pois os ebooks são geralmente mais baratos que os livros impressos. Eu comecei a querer o Kindle quando estava no MBA, pois a maior parte das obras da minha área é importada, então eu acabava escrava dos preços dos fretes dos livros dos EUA para o Brasil, além da demora para chegada dos livros que me fazia enlouquecer. Imagina você ter um trabalho para fazer, descobrir um livro que é essencial e pensar que ele pode levar uns 2 meses para chegar? Um saco! Com o término das aulas do MBA eu meio que esqueci o Kindle. Daí quando comecei no mestrado eu passei a querê-lo urgentemente! O motivo principal foi minha vista cansada, mas também contaram a economia com impressão de papel e a diminuição do peso para carregar os livros que usava na minha pesquisa.

|| A .com.br: Não sei dizer ainda se a abertura da página no Brasil trouxe mais vantagens ou desvantagens. Na hora de comprar algumas coisas melhoraram. Por exemplo, acabou-se a cobrança de US$ 2 que acontecia antes em alguns casos de livros gratuitos. As compras são feitas em real, o que é bom para saber exatamente quanto a gente vai pagar e não depender da flutuação do dólar no cartão. Já a economia que se fazia com assinatura de revistas ficou em suspenso. A assinatura pro Kindle de alguns jornais e revistas é mais barata que a impressa. A Foreign Affairs por exemplo custa 3,99 dólares o bimestre. E chega na horinha. O problema é que agora com a Amazon.com.br quem migrou sua conta teve que abrir mão das assinaturas.

||  Ler sites: Outra coisa que curto muito no Kindle é que existem aplicativos que permitem o envio de notícias de sites, posts de blogs etc para o Kindle. Uso muito esse recurso para enviar para o Kindle textos maiores que quero ler com mais calma. O aplicativo que eu uso é o Klip Me. Você instala ele no seu computador, na barra de navegação e quando estiver em um site e quiser mandar o texto pra ler no Kindle é só clicar no botãozinho. Pronto, o texto vai pra lá e você lê depois, sem cansar a vista, na hora e onde quiser =). Para instalar, o endereço é http://www.klip.me/

Até aqui no blog a gente tem o botão enviar para o Kindle. Vê lá no topo do post ou no final, um botão com “K”. É só clicar ali que o post vai pro seu aparelho e você lê depois com calma e sem lus. É muito amor!

|| Armazenar documentos: O Kindle uporta outros formatos mais “comuns” como word e pdf, como já disse, e por isso, você pode colocar nele documentos seus como artigos acadêmicos, textos em geral, reservas de hotéis, passagens etc. Você pode copiar para a pasta através do computador e o cabo conector ou pode enviar por email – você recebe um email Kindle ao criar sua conta. Acho bem prático para ter sempre comigo artigos de consulta e também durante viagens para levar as reservas sem precisar imprimir.

|| Conversão: O Kindle também permite que você converta seus arquivos para o formato Mobi. Mas, no entanto, todavia, eu não tenho um histórico muito bem sucedido nesse quesito. Existe um programa, o Calibre, que você pode fazer download e usar para converter arquivos. Mas comigo ele às vezes funciona, às vezes não. Outra opção é você usar a Amazon para converter seus arquivos. Nesse caso a conversão é paga. Você envia por email e eles entregam direto no Kindle convertido. Já usei o sistema com textos do mestrado, mas como é pago, somente vale a pena para textos que você vai usar muito ou quer fazer marcações ou cuja leitura fique muito prejudicada em outros formatos.

|| Leitura em voz: O Kindle vem com um aplicativo que permite que ele leia o texto pra você, com voz. É bem bacana e útil quando você tem dúvidas sobre a pronúncia de uma palavra, por exemplo. Dá até pra escolher se você quer voz masculina ou feminina.

kindle5Permite fazer marcações como “destaque”, bookmarks e inclusão de notas

|| Recursos durante a leitura: uma coisa que eu adoro no Kindle é poder fazer notas e marcações no texto durante a leitura. Essas marcações podem ser vistas depois no próprio Kindle ou no site kindle.amazon.com onde você ganha uma conta e tem acesso a seus dados. Também dá pra ver o significado das palavras – o Kindle vem com um dicionário instalado – apenas posicionando o cursos na palavra que você deseja. E ainda fazer buscas na internet. Também é possível compartilhar marcações e ver as mais populares em cada obra.

|| Modelos: Bom, como eu prometi no início, digo porque amo o meu modelo de Kindle, que saiu de linha. É pelo teclado! Eu sei que touchscreen é muderno e tenho celular assim, ipad etc, mas na hora de fazer as anotações no Kindle eu acho o teclado hiper prático. Além disso, os botões laterais são muito práticos para trocar de página. Nos Kindles atuais é tudo touchscreen. Mas se perdemos por um lado, por outro lado ganhamos com a inclusão da luz própria nos modelos Paperwhite. O modelo DX é o maior Kindle, tem o dobro do tamanho dos outros da série. Um amigo comprou esse achando que seria mais confortável para ler, e realmente é, mas ele também atestou o que eu pensava: o modelo perde em portabilidade. Por ser grandão, não é tão prático quanto os outros.

|| Preço: Claro que, como já falei, os tablets têm mais funções, mas acho importante também mostrar o preço, para saber que investimento vale mais pra você.

:: Os preços do Kindle no Brasil são:

Kindle — R$ 299

Paperwhite — R$ 479

Paperwhite 3G — R$ 699

:: Nos EUA:

Kindle — US$ 69

Paperwhite — US$ 119

Paperwhite 3G — US$ 189

DX — US$ 239

Família Fire — Entre US$ 159 e US$ 399

:: Os preços do Ipad são:

No Brasil a partir de R$ 1.749 e nos EUA a partir de US$ 499.

 

|| Nada se perde: Depois que meu Kindle quebrou de novo, lembrei de incluir mais uma vantagem do “sistema Kindle”: os apps que garantem que você não perca nada que tinha em seu Kindle. Porque imagina só se ao quebrar o aparelho eu perdesse todos os livros do meu mestrado? Eu morreria. Mas não, o Kindle tem vários aplicativos grátis – para computador, iphone, celular android, ipad e também página online – em que você pode acessar o “seu kindle”. Assim, mesmo sem o aparelho eu continuo tendo acesso a tudo que eu possuía, inclusive às minhas marcações.

|| Livros: Há dois anos a falta de livros em português era um problema, mas hoje isso não acontece tanto. Os principais lançamentos também são feitos em português – eu mesma comprei o Inferno, do Dan Brown já em português no Kindle. Os guias de viagem são, sim, infelizmente poucos em português ainda. Mas em inglês tem bastante títulos disponíveis, inclusive os guias da Lonely Planet. E navegar nos guias no Kindle é bem prático.

|| 3G: Como eu disse bem no começo, os modelos que não são da família Fire não são tablets e, por isso, não são bons para navegação na internet., No entanto, essa função existe e o Kindle funciona com 3G gratuito no mundo todo. Em caso de emergências, especialmente em viagens, é muito útil. Eu já usei o 3G no Chile e no Peru para ver email e foi ótimo poder fazer isso sem ter que pagar taxas.

kindle 4Menu durante a leitura

|| Viagem: Para resumir, vou listar as vantagens que eu acredito que sejam mais atraentes aos viajantes.

:: Colabora com a “viagem leve”, pois ocupa pouco espaço e faz pouco peso;

:: Praticidade porque a bateria dura até uma semana, não precisa recarregar todo dia;

::  Útil para levar documentos como reservas, evitando impressões em papel.

:: Pode ser usado para ler mesmo sob o sol e, nos modelos novos, também onde não há luz.

:: 3G gratuito em todo o mundo.

Bom, espero que o post tenha ajudado quem tem dúvidas. Se você ainda tiver ficado com alguma questão, pode falar nos comentários e conte também a sua experiência com o Kindle.

Se você decidiu comprar um Kindle agora, clique neste link aqui: Escolha seu Kindle! Você será levado para a página da Amazon.com.br e sua compra gera uma comissão para o nosso blog. Agradecemos o apoio!

Veja outros posts que te ajudarão a viajar mais leve

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

Até o dia 05 de setembro ganhe 15% de desconto com o cupom PARCEIRO + 5% OFF pagando via boleto bancário
Clique AQUI

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela. Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil. O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post. E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto. Compre já e economize!
  • HOSPEDAGEM: Hotéis e apartamentos com o Booking.com; Hotéis que aceitam cachorro com o Booking.com; Quartos e aptos no Airbnb – ganhe R$ 130 em sua 1ª reserva usando nosso link
  • PET SHOP: Tudo para seu cachorro na ZenAnimal – usando o cupom VIAJESIM você ganha 5% de desconto 
  • CÂMBIO: compare as cotações nas casa de câmbio da sua cidade com apenas um clique, faça sua oferta e troque moeda com segurança na Melhor Câmbio
  • PASSAGENS AÉREAS: compare preços com a Passagens Promo
  • CHIP DE CELULAR: Chip de celular internacional para internet e/ou dados Easy Sim 4u 
  • INGRESSOS: museus, parques e shows pelo mundo com a WePlann
  • PARIS: guias que falam português Na França entre Amigos 
  • USHUAIA: passeios com a Brasileiros em Ushuaia
  • AMAZONGuias de viagem, Kindle e outros produtos da loja brasileira 
  • Problemas com a cia aérea? Exija seus direitos com assessoria jurídica prática e ágil. Entre em contato com a Resolvvi.



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. stela
    26 set 2017

    Gostaria de duas informações:
    -ao baixar livros necessito de wi-fi, mas para leitura, em outro locais, tb necessito de wi-fi??
    -se comprar o kindle em outro lugar, posso me cadastrar e baixar os livros da Amazon??

    Favor enviar resposta para meu e-mail pessoal.

    Muuuuuito obrigada.

  2. 01 jul 2017

    tenho um que minha tia que trabalha em um aeroporto achou e me deu .ele e de botao igual ao da primeira foto desse post esse modelo que eu uso nao suporta os sites da amazon.com entao como faco para baixar livros de graca nele? e tambem quero saber uma coisa:da pra mudar o idioma dele que e ingles para portugues? aguardo em breve a resposta.

  3. Vlá
    22 jun 2017

    Olá, ótima análise. Restou-me algumas dúvidas: o Kindle tem entrada USB? Ou toda transferência é feita através desse e-mail que eles fornecem? Existe como imprimir algum arquivo que tem no kindle e/ou colocá-lo em HD? Aguardo.

  4. Deni Oliveira
    02 jun 2017

    Olá, tudo bem? Tenho interesse em adquirir o Kindle para obter a assinatura de revistas estrangeiras, como a “The Economist|” e a “New Yorker”, mas tenho algumas dúvidas: consigo assiná-las sem problemas pela Amazon.com.br ou só pelo site dos Estados Unidos? No segundo caso, preciso ter um cartão de crédito internacional? Outra coisa: pretendo comprar o modelo sem o 3G. Consigo baixar a revista por conexão wi-fi e depois acessá-las sem problemas quando não estiver em casa, certo? Desde já, agradeço e parabéns pelo texto esclarecedor!

  5. Cíntia Araújo
    07 jan 2017

    Olá Jackie,

    Muito esclarecedor seu post! Obrigada!
    Gostaria de saber se eu comprar o Kindle posso comprar livros na Saraiva.

    Abs
    Cíntia

  6. 04 jan 2017

    Seu texto me impulsionou a comprar um Kindle, de vez.
    A leitura no iPad está cansando demais a minha vista. Espero que o e-ink venha a amenizar essa situação.
    Lamento não poder clicar no link que você colocou no post para a compra no site da Amazon.
    Fiz uma pesquisa e vi que o equipamento (modelo Paperwhite) está mais barato na CeA.com.br.
    Obrigado.

    • 04 jan 2017

      Que bom, Carlos. Vc vai amar, vc vai ver. Não tem problema algum não usar o link, tem que comprar onde esta mais barato mesmo, lógico! Essa época é ótima pra promoções em lojas. Abs e espero que vc ame o kindle tanto quanto eu =)

  7. Aline
    24 nov 2015

    Olá, Jackie!! Ótimo seu post!

    Só pra confirmar: se eu comprar o kindle no site amazon.com posso usar aqui no Brasil normalmente e comprar os e-books na amazon.com.br, não é?

    Obrigada por partilhar valiosíssimas informações!

    Abraço!!

  8. Thomas Kim
    04 set 2014

    Parabéns pelo artigo. Para mim que ainda não embarquei nessa nova modalidade de e-books, mas pretendo brevemente, sua explicação foi muito útil. Sei que você dedicou um tempão para escrever seus comentários, mas com certeza prestou um serviço muito importante para pessoas como eu. Gostaria de agradecer, de coração! Um abraço.

    • 04 set 2014

      Oi Thomas, fico muito feliz que tenha ajudado. Receber um comentário assim é o que alegra e motiva os blogueiros =)
      obrigada!
      abs,

  9. Gabriel Probst
    29 jul 2014

    Olá Jackie. Muito legal seu artigo, explicou muito bem o uso do Kindle.
    Meus pais estarão indo para os EUA em alguns meses e estou seriamente pensando em pedir para que me tragam um. Vi nos comentários que não há problema algum já que o que importa é que a conta seja brasileira né? Mas o que me deixa com um pé atrás é a oferta de e-books no Brasil. Meu objetivo com a compra do aparelho é não precisar voltar muito em livrarias para comprar livros físicos. Como você avalia a oferta de e-books quando comparada à de livrarias como a Saraiva? Você geralmente consegue comprar os e-books de que precisa?
    Desde já obrigado pela atenção 🙂

    • 29 jul 2014

      Oi Gabriel, então, vc terá acesso aos livros da Amazon todos, só que já vai pagar em reais.
      Por exemplo, na minha área, os livros acadêmicos são quase todos importados, em inglês. Eu compro sem problemas no catálogo da Amazon. Os livros de literatura eu tb nunca tive dificuldades em encontrar. Por exemplo, o Ken Follet eu comprei tanto em inglês quanto em português e o que vai ser lançado em setembro eu ja comprei na pré-venda para kindle.
      O que faltam são alguns livros de viagem, fotografia, mas que são livros que eu gosto de ter impressos mesmo. Eu nunca senti falta da livraria não (continuo indo e comprando, mas livros pra “ver” ou que li e quero guardar) e a economia é muito boa. Em resumo, acho a oferta muito boa!
      abs,

  10. Manú
    01 jul 2014

    Parabéns pelo artigo!! Estava pesquisando sobre o Kindle, pois um amigo indicou. Lendo tuas explicações, adquiri na hora. Sou apaixonada por leitura, e especialmente apegada a livros. Porém em alguns lugares fica difícil levá-los, e seria ótimo ter a possibilidade de ler. Amei! Estou ansiosa para receber minha encomenda. Teu post foi muito útil!

    • 01 jul 2014

      Ah, que bom que ajudou a sua decisão. Depois escreve quando ele chegar. Eu estou com o modelo novo agora e vou resenha-lo assim que der. Demorei pra me acostumar com o touch dele (preferia os botões do antigo), mas amo a praticidade do kindle.
      abs,

  11. Bruno Santos
    26 jun 2014

    Oi, estou pensando em comprar um Kindle paperwhite nos EUA. Tem alguma restrição para uso no Brasil? Consigo configurar para portugues?

    • 26 jun 2014

      Olá, nao tem restrição não. vc pode configurar sua língua pro português sem problemas.
      E pode se cadastrar na amazon.com.br, e comprar livros do mundo todo (em qq língua), e pagando em reais mesmo.
      abs,

  12. Anônimo
    18 jun 2014

    Olá!
    Ótimo artigo, mas tenho umas dúvidas: no caso, os arquivos devem ser baixados/comprados diretamente pelo Kindle, ou eu posso baixar pelo computador e passar pro Kindle? Digo isso porque alguns institutos disponibilizam livros pdf/mobi gratuitamente.
    Outra dúvida: pretendo comprar um, mas como um recente universitário não posso comprar um caro. Quero um simplesmente pra ler livros/artigos em pdf, principalmente. Não preciso de internet, e pretendo ler a noite. Qual você me recomenda?

    • 19 jun 2014

      Você pode carregar arquivos no seu kindle:
      via computador, pelo cabo usb;
      ou enviando por email (um email kindle que a amazon vai te dar, tipo seunome@kindle.com;
      usando aplicativos como o SendtiKindle, que manda páginas da internet pro kindle.

      Então pode ser arquivo comprado na amazon, recebido por email de amigos, baixado na internet em qq site, tanto faz. Dá pra colocar qq um desses no kindle.

      No seu caso o melhor seria o Kindle paperwhite, que é o que tem a luz embutida para leitura à noite (acabei de comprar um desses e a luz é boa mesmo). Compre sem o 3G que é mais barato, apenas com o wi-fi.
      abs,

      • Anônimo
        19 jun 2014

        Acabei de encomendar…
        Muitíssimo obrigado pela ajuda!

      • 19 jun 2014

        De nada! Espero que goste e que seja muito útil =)

  13. Ingrid
    17 jun 2014

    Adorei o seu post!!! Estou bastante interessada em comprar um kindle 😀 Mas tenho uma dúvida, e-books comprados em lojas tipo Saraiva, podem ser lidos no Kindle? Ou somente podem ser lidos os comprados na Amazon?

    😀

    • 17 jun 2014

      O que importa é o formato. Se o livro estiver em pdf, vc consegue ler. Se ele estiver em epub (que acho que é o formato dos da sariava) vc precisa converter antes. Existe um programa, o Calibre, que vc pode usar para converter e ler no kindle.
      eu leio mt no kindle pdfs comprados em outras lojas,c imo guias da lonely planet comprados na própria lonely planet, ou pdfs do mestrado.
      abs,

  14. FABIO
    14 jun 2014

    ESTOU APRENDENDO A LINGUA INGLESA E PENSO QUE SERIA UTIL ESTE APARELHO PELA FACILIDADE DO DICIONARIO E UMA QUESTAO QUE NAO ENCONTREI RESPOSTA…QUANDO SELECIONO A PALAVRA PARA TRADUCAO, ALEM DA TRADUCAO O APARELHO REPETE A PALAVRA PARA TREINAR A PRONUNCIA.
    VC COMENTA NO SEU POST QUE SELECIONA PARTE DO TEXTO E O APARELHO REPETE…PRECISA DE ALGUM SOFTWARE OU ELE FAZ ISSO COM FACILIDADE?
    OBRIGADO

    • 15 jun 2014

      Olá Fábio, essa é uma função que já vem habilitada no Kindle, não precisa instalar nada.
      abs,

  15. Renata
    11 jun 2014

    Olá! gostaria de comprar um kindle mas a principio para ler muitos textos em arquivos ZIP do winRAR. Ele é bom para esse tipo de arquivo? Preciso muito estudar esses textos e no notebook cansa minha vista.Seria muito util para mim.

  16. Renata
    11 jun 2014

    gostaria de comprar um kindle mas a principio para ler muitos textos em arquivos ZIP do winRAR. Ele é bom para esse tipo de arquivo?

    • 12 jun 2014

      Oi Renata, até onde sei o winrar só torna o arquivo mais leve, certo? E qualquer computador vc precisaria ter o winrar para abrir o arquivo de volta pra seu tamanho e formato normal. Então no kindle vc não teria o winrar, então o arquivo não vai abrir. Vc tem que transferir o arquivo no formato original dele, ou pdf, ou imagem, ou word etc.

  17. 09 abr 2014

    Olá, tenho pensado em adquirir um Kindle, e estou apenas com um receio. Bem, eu gostaria de saber sobre a funcionalidade dele para livros acadêmicos em pdf. Você tem alguma experiencia com esse tipo de livro no Kindle? Pois, são diferentes dos livros de literatura. Geralmente os livros que eu uso possuem bastantes imagens, gráficos, tabelas e esquemas que auxiliam na compreensão do conteúdo. Será que o Kindle possui alguma limitação com esse tipo de e-book?

    • 09 abr 2014

      Ele lÊ pdf sim, só que vc nao tem a função de aumentar letras como no formato epub.
      Para imagens a mesma coisa, ele lÊ, vc pode aumentar o tamanho, mas é por “quadro” e nao por letra.
      Eu comprei ele pra fins academicos mesmo, e sempre foi uma mão na roda.
      Ele só não tem cor, dependendo da sua área a cor faria falta.
      abs,

  18. Ângelo Stopa
    07 abr 2014

    Muito obrigado por todas essas explicações! Clareou muito minhas ideia sobre comprá-lo!

  19. Cintia
    25 mar 2014

    Uma dúvida vou viajar para os EUA e pretendo comprar o kindle sabe se poderei comprar os livros pelo site brasileiro ou obrigatoriamente somente no americano.
    Esse post é ótimo!!!

    • 25 mar 2014

      Oi Cintia, na verdade vc terá que comprar no .com.br
      Sua conta se baseia não onde vc comprou o Kindle, mas no endereço da sua conta – no endereço atrelado ao seu cartão de crédito.
      Eu, por exemplo, fui obrigada a migrar pra .com.br quando ela abriu. Mas eles têm os mesmos livros que na .com, só que já vem em real e sem o IOF =)
      Quando o livro é vetado pra essa região eu altero meu endereço pra um dos EUA que tenho, compro o livro e depois volto pro endereço brasileiro. Mas até que ultimamente não tenho encontrado livros vetados (acontecia às vezes ocm livros acadêmicos).
      abs,

  20. 08 jan 2014

    Eu também não consigo viver sem meu Kindle! Tenho-o há dois anos, e também posso dizer quefoi um dos melhores investimentos que eu tenha feito nesses últimos anos.

    Não tem como compará-lo com IPad ou Tablet. Leio meus livros e notícias nele, com apenas uma mão: seu peso é uma das maiores vantagens, além, é claro, da sua tela, a qual permite ler sob a luz do sol.

    Recomendo o Kindle disparado.

    Abraços,

    Maria

  21. Ana Claudia
    03 dez 2013

    Puxa! Adorei as explicações! Quanta riqueza de detalhes. Comprei um Kindle e estou super ansiosa para tê-lo em mãos, e agora, depois de ler tantas vantagens, o quero mais ainda! Muito obrigada por compartilhar a sua experiência com o Kindle!

    • 03 dez 2013

      Que bom que gostou. Tomara que seu kindle chegue logo!
      abs,

  22. andrei
    23 out 2013

    Ola.. Muito bom esse post. Tenho uma duvida enorme, os livros em epub convertidos para mobi. no calibre ficam com qualidade no kindle? Qualquer livro mobi. é compativel com o kindle ou tem que ser comprado na amazon (original)?

    • 24 out 2013

      Oi Andrei, então, qualquer livro nesse formato funciona no Kindle, vindo da Amazon ou nao. Por isso, teoricamente, os convertidos pelo Calibre pro formato funcionariam. Minha experiência no entanto é de que alguns convertem certinho, outros não. E não sei porque. Mas eu tenho o calibre e já testei em vários arquivos, pdf, word etc pra converter e alguns simplesmente não funcionam e aí fico com eles em pdf mesmo (ou seja, legível, mas sem as funcionalidades que o Kindle tem de formatação de tela).
      Abs!

  23. 19 set 2013

    Oi Jackie,

    Parabéns pelo seu post. Muito esclarecedor e com boas dicas, inclusive a comparação com o ipad. Eu tenho um ipad porquê eu quero um tablet, mas um dos aplicativos que mais uso é o do kindle. 🙂 A rapidez para ter o livro disponível e a diminuição de volume fazem uma diferença danada.

    Gostaria de fazer um comentário em relação aos preços de ipad. O preço no Brasil você colocou do ipad normal e o preço nos EUA você colocou o do mini, não?

    Abraços, e mais uma vez parabéns!

    • 20 set 2013

      Oi Helder, fico muito feliz que vc tenha gostado do post (que honra, né, afinal vc é um nerd hehe). Vc tem raz~çao, o valor dos EUA do ipad que coloquei e do mini. O do ipad 2 é 499 dolares (a partir de ). Vou consertar agora, muito obrigada pelo toque.
      Eu realmente amo uma biblioteca física, mas a velocidade e o preço menor me conquistaram para livros menos visuais. Ontem mesmo comprei um no Kindle que me saiu por R$ 16, entrega imediata e em papel custava R$ 80!
      Abs!

  24. 19 set 2013

    Amo demais o meu Kindle! O meu modelo é o mais simples, super leve e cabe até no bolso de trás da calça! E isso porque só uso para leitura hobby mesmo, nunca coloquei os guias e confirmações lá, mas tô achando interessante a idéia!

    Na minha ultima viagem li quatro livros (curtinhos, hehe), imagina o peso disso na mala, credo! Eu já me dei muito mal carregando mil livros na minha fase pré-kindle.
    Até a minha vó virou fã, ela leva o dela na bolsa pra ler enquanto espera as consultas médicas, hehe.

    abs

    • 19 set 2013

      Oi Monica, adorei seu comment. Achei fofa sua avó, super antenada, hein?
      Olhe, eu sempre levo os docs da viagem no Kindle, por precaução ou como única cópia mesmo. E tenho vários guias de viagem nele, é bem prático.
      Abs,

  25. 19 set 2013

    Adorei sua resenha, Jackie!
    Ja baixei o aplicativo pro celular, li um romance do Dumas nele e achei muito confortável – mesmo pro meu astigmatismo que não gosta de luminosidade. Agora estou esperando meu amigo trazer pra mim o kindle da terra do tio Sam – por la é mais barato que aqui.
    Tenho uma duvida com relação à compra de livros nas outras amazon. É possivel comprar um e-book na .com.br sendo que minha conta é .fr ? Eu queria muito os livros do Laurentino Gomes, mas so existem em e-book na loja brasileira. E vamos combinar que escolhi comprar o kindle pra parar de tentar transformar minha casa numa filial da biblioteca municipal 🙂

    • 19 set 2013

      Que bom que gostou, Nat.
      Então, funciona assim. Você precisa cadastrar um endereço ao fazer sua conta e ela vai ser da amazon daquele país. Quando vc se fixa naquela conta só consegue comprar naquela Amazon, mas é possível comprar em outras indo em Conta e trocar endereço. Ou seja, é possível, não tão prático, pois vocé tem que cadastrar outro endereço, trocar a conta, mas é possível sim. A minha conta era dos EUA, por exemplo, mas eu migrei pra .com.br. Fiquei com medo de não ter acesso a alguns livros, mas eles permitem que você volte à conta antiga quando quiser. Então no seu caso você poderia fazer uma conta com endereço frances e uma com endereço no Brasil e usar as duas.
      Bjs,

      • Natalia Itabayana
        19 set 2013

        Ah, que bom que é possivel fazer assim. Vou deixar uma mala mais leve quando minha mãe vier me visitar em dezembro! Obrigada!

      • 20 set 2013

        hehehe nossa, é um super alívio mesmo no peso. E a biblioteca acaba que conitnua crescendo, mas com aqueles livros que vc leu e realmente amou e quer guardar ou com aqueles lindos, bem “visuais”. Acho otimo!
        bjs,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.