Istambul Imperial: Dolmabahçe Palace

por Jackie Mota 03.out.2015

Entre suas muitas características, Istambul é bastante conhecida por seus palácios. O primeiro que visitamos em nossa viagem foi o Dolmabahçe Palace. Assim, iniciamos nossa jornada rumo ao passado pelos fatos mais recentes, já que este é o maior símbolo da Istambul do Império Otomano.

Turquia Istambul Dolmabahçe Palace

Construído sob o governo do Sultão Abdulmecid I (1823-1861), o Palácio reflete a busca dos governantes em se adequar aos  padrões ocidentais. O governo foi transferido para lá em substituição ao tradicional Topkapi. O financiamento da sua construção foi possível, também, graças à parceria com as potências européias: o crédito foi obtido junto à Inglaterra após a Guerra da Criméia.

Pequeno resumo da história de Istambul

Turquia Istambul Dolmabahçe Palace

Dolmabahçe significa “jardim preenchido” e seu nome vem da região onde foi erguido. Até o século XVII, o local no norte do Chifre de Outro era utilizado como baía no Bósforo, inclusive abrigando cerimônias da Marinha. Com sucessivos aterramentos, acabou convertido em jardim real e, com o surgimento de casas e quiosques, ficou conhecido como Besiktas Shore Palace. Após 13 anos de obras, em 1856 o Palácio ficou pronto. Sua inauguração acelerou o deslocamento do centro de poder de Istambul de Sultahnamet para Besiktas e impulsionou o comércio na vizinha Pera, em substituição ao Grand Bazar. O Palácio foi  habitado por 6 sultões, o último califa e o primeiro presidente da república, Mustafa Kemal Ataturk. Foi aqui que ele faleceu em 10 de novembro de 1938, às 9h05, o horário que todos os relógios do Palácio exibem continuamente.

Turquia Istambul Dolmabahçe Palace

Logo ao entrar pelos portões me senti transportada para o que meu cérebro registra como a imagem de um palácio de um sultão de verdade. Enormes rosas enfeitavam o jardim salpicado de estátuas, muito mármore, um prédio imenso e maciço erguido ao centro e, à direita, um grande portão se abrindo sobre Bósforo com vista para a Istambul asiática.

Turquia Istambul Dolmabahçe Palace

Os números do palácio se adequam à idéia que fazemos de monumentos imperiais e sultanescos: ele é o maior prédio do império, com cerca de 250 mil metros quadrados, 285 quartos, 43 Halls, 68 banheiros e 6 banhos turcos. Todos os itens expostos são originais e a decoração é composta de itens europeus, exceto pelos carpetes, que são, claro, turcos.

A visita à parte oficial passa pelos locais onde o sultão recebia diplomatas e visitantes e também seu apartamento pessoal e o Hall cerimonial – o maior de toda a Europa, diz a guia – que era usado para a coroação. Apesar do palácio ser o símbolo da ocidentalização do Império Otomano, as regras tradicionais para as mulheres prevaleceram em uso aqui e elas não podiam comparecer às cerimônias. Por isso, é possível ver as janelas que elas utilizavam a partir do Harém para ver o que acontecia no Hall de cerimônias. No Hall cerimonial, fica o maior lustre, feito em Londres e desenhado especialmente para o palácio – foi comprado pela mãe do sultão, que aprendemos em Istambul, era a grande figura de poder dentro de um harém.

 
Turquia Istambul Dolmabahçe Palace Turquia Istambul Dolmabahçe Palace
 

A visita ao palácio é guiada em inglês e não se pode entrar sozinho. Na parte oficial são cerca de 40 minutos. Também não são permitidas fotos e é preciso andar o tempo todo sobre os carpetes usando protetores nos sapatos. Procure ficar perto da guia, pois os grupos são grandes e se você ficar pro final não ouvirá tudo.

Harém é o outra setor do museu que se pode visitar, também com guia e em grupo – o bilhete é vendido separado e está incluído no “bilhete total”. Aqui nossa imaginação toma um pequeno banho de água fria, pois, ao contrário do imaginário ocidental sobre um Harém como um grande lugar de prazeres e alegria, ouvimos relatos de uma vida sem liberdade e vemos uma arquitetura bem simples comparando-se com o resto do palácio.

 
Turquia Istambul Dolmabahçe Palace Turquia Istambul Dolmabahçe Palace
 

O Harém, como você deve saber, era a parte doméstica do Palácio, onde só era permitida a entrada dos membros femininos da família – nem mesmo mulheres que não fossem da família podiam fazer visitas. Os homens permitidos aqui eram apenas os eunucos e os filhos menores de 12 anos. A grande responsável por gerenciar o dia a dia da “casa”era a mãe do sultão, que tinha um dos melhores apartamentos. As outras 2 áreas principais do Harém do Dolmabahçe são o apartamento do sultão e o de suas esposas, o mais simples. Em nenhum deles há grandes destaques arquitetônicos ou de decoração.

A visita ao Harém dura aproximadamente 30 minutos e tem menos explicações pelo guia. Apesar de não ser tão imponente quanto a parte oficial ou tão diferente e colorido quanto esperamos, essa parte tem muita importância histórica para os turcos, pois é aqui que estão os quartos usados por  Atartuk e a cama onde ele morreu.

Turquia Istambul Dolmabahçe Palace Turquia Istambul Dolmabahçe Palace
 

Além do prédio principal e do Harém, no Dolmabahçe você pode visitar  um museu do relógio e um pavilhão de cristal.

Quando ir

O Dolmabahçe Palace fecha às segundas e quintas. Nos outros dias funciona de 9h às 16h. Atenção: visite pela manhã, ou reserve com antecedência pela internet, pois a bilheteria fecha ao ser atingida a cota total de turistas por dia.

Quanto tempo leva a visita

Reserve bastante tempo: apenas para passar pela segurança e comprar a entrada levamos 30 minutos. Depois, há mais fila para entrar no Palácio em si e não há opção de fazer visitas individuais, no seu próprio tempo, você precisa seguir com o grupo. Os jardins são muito bonitos e agradáveis para passear, mas também ficam cheios, pois o Palácio é muito popular com os turcos e turistas. No total, fazendo as duas visitas, tirando umas fotos no jardim e indo ao pavilhão de cristal gastamos 3 horas no passeio.
 
Turquia Istambul Dolmabahçe Palace

Quanto custa

Há bilhetes com preços diferentes dependendo do que se escolha visitar. O bilhete completo, em junho de 2015, custava 40 liras turcas por pessoa. Estudantes com carteira Isis têm desconto.
 
Turquia Istambul Dolmabahçe Palace

Como chegar

Para ir ao Dolmabahçe Palace descemos a  da região de Pera até a estação Tophane, pois assim fomos passeando um pouco. De Tophane seguimos até a estação Kabatas em tram. O Palácio fica logo ao lado dessa estação de tram. Também pode-se chegar lá indo de ferry e descendo na estação Kabatas ou na estação Besiktas. Você pode, ainda, pegar o funicular que liga Kabatas até a Praça Taksin.

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

PROMOÇÃO atual: Até dia 21/11 a Seguros Promo está com QUINZE % de desconto! Clique aqui e use o cupom BLACK 

 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela;
    Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil.
    O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post.
    E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto.

Compre já e economize!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.