Istambul, a cidade para se conhecer nesse mundo

por Jackie Mota 29.jul.2015

Passei uns bons dias procurando formular uma frase para começar a escrever sobre Istambul aqui no blog. Mas a vencedora do meu esforço intelectual não foi uma frase perfeitinha e super pensada e, sim, algo que me saiu pela boca quase sem pensar, em uma mesa de bar bistrô com amigas, quando o vinho já  estava abaixo da metade da garrafa. Naquela hora, relaxada, feliz, compartilhando um pouco nossa vigem entre queridas, eu disse que estava quase concedendo a Istambul o posto Da cidade a se conhecer*. Vocês, claro, sabem que título é esse, não? Pois eu explico. Funciona assim: você precisa imaginar se, por um acaso, um extraterrestre chegasse agora, agorinha na Terra e te dissesse que adoraria conhecer nosso planeta, nossas conquistas, história, desafios, enfim, tudo aquilo que nos faz únicos, mas que só pode escolher um lugar apenas para ir, uma única cidade no mundo, qual seria a sua resposta? Pois é, Istambul entrou nessa disputa acirradíssima e complexa e, por fim, levou o posto. Agora, para mim, Istambul é a cidade a se conhecer no mundo, um lugar único e tão especial que todas as pessoas merecem conhecê-la, entre tantos locais incríveis que temos ao nosso redor nesse mundão.

* Esse “prêmio” de lugares a se conhecer tem um campeão inquestionável, hors concours na categoria museus, segundo os critérios Jackeline Mota de julgamento. O grande vencedor é o Louvre desde 2009.

por que conhecer istambul?

Hagia Sophia

Passado o desafio de iniciar o texto sobre Istambul, outro mais complicado ainda se impõe. Conseguir explicar o porquê dessa cidade ter me convencido a conceder a ela esse título importantíssimo. Afinal, por que conhecer Istambul? Não há dúvida: qualquer pessoa que goste de locais históricos já nutre de antemão um interesse por Istambul. Mas, ao se chegar lá, de fato, Istambul não nos impressiona por sua precisão e gentileza, como Londres, ou por uma beleza quase etérea como Paris, nem mesmo pela incrível mistura de paisagens a abraçar a cidade como o Rio.

A beleza de Istambul exige um olhar mais profundo, uma pausa, mais que uma olhada rápida. Só assim para identificar no horizonte que aquele minarete se liga a outro, e outro, e a uma abóboda logo ali e descobrir que na verdade eles formam um prédio só, um prédio incrível; só assim para se tocar que seu olhar se estender até outro continente não é testemunhar um fenômeno da natureza, mas ao contrário, é ser exposto ao fato que somos nós quem compartimentamos, segregamos e distanciamos mais que qualquer geografia; só assim para sentir uma paz concreta ao segurar nas mãos uma tulipinha de çayı quentinho sentada na mesa de um dos bares naquelas ruas sempre lotadas e movimentadas, a qualquer hora do dia ou da noite, um cenário a que a maioria das pessoas aplicaria a palavra caótico.

por que conhecer istambul?

A cidade vista da Torre de Galata

por que conhecer istambul?

Acho que o que me fez amar tanto Istambul foi justamente o fato dela não se deixar perceber facilmente e ao mesmo tempo, não me aceitar facilmente. Essa cidade me desafiou, e eu acho importante ter esses locais que nos confrontam, que nos fazem refletir de verdade sobre quem somos e quem queremos ser. Nesse quesito Istambul foi um grande exercício para mim ao conviver com a cultura mulçumana e, especialmente, com as mulheres que usavam burca. Eu que estou sempre pronta para verbalmente defender não ter o direito de julgar a escolha de outras mulheres, outras culturas, de modo que as minhas – escolhas e cultura – também sejam respeitadas, descobri que nem sempre meu olhar e pensamentos estão tão prontos assim.

por que conhecer istambul?

Tomando um çayı

Como foi difícil silenciar a mente a cada vez que meus olhos cruzavam com o olhar que aquela roupa negra desvendava. Lembrei-me muita da yoga e de um mudrá (“gestos” que podem ser feitos com as mãos como parte da prática) em que une-se o dedo indicador (a alma individual) ao polegar (a alma universal). Lembrei-me quando a professora o explicou, definindo o indicador como “o dedo que aponta”, “o dedo que julga”. Istambul foi um exercício de não apontar este dedo mentalmente, no olhar, de não julgar, de repensar, ressentir e ressignificar e, principalmente, de reintegrar.

por que conhecer istambul?

Atravessando a Ponte de Galata

Além de tudo isso, claro, eu nunca deixo de me emocionar e achar incrível a oportunidade de estar fisicamente em um local que já tenha estudado nos livros, especialmente aqueles que conheci nas eras pré-internet. Nesse quesito, Istambul está aí pau a pau com Roma, Atenas, Londres e Machu Picchu. Esse sentimento de poder pisar numa terra sobre a qual você tanto imaginou é indescritível e um dos meus preferidos. E haja história, não Istambul? Não vou me propor a escrevê-la, mas falarei de alguns fatos que, no meu julgamento, mais se destacam em sua história e são básicos para sua compreensão e, depois, indico guias e um livro para quem quiser ler mais sobre a grande cidade a se conhecer. Veja tudo isso no post a seguir, clicando aqui.

por que conhecer istambul?

Leia todos os posts sobre Istambul

Todos os posts sobre a Turquia

Acompanhe tudo sobre nossa viagem de Bodas de Madeira 

Eu quero a newsletter do Viaje Sim!

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

PROMOÇÃO atual: Até dia 21/11 a Seguros Promo está com QUINZE % de desconto! Clique aqui e use o cupom BLACK 

 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela;
    Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil.
    O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post.
    E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto.

Compre já e economize!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. 30 jul 2015

    Acompanhei a viagem de vocês e estava aguardando os posts sobre Istambul!
    Vou conhecer a cidade em outubro e desde já me bate uma ansiedade incrível em saber que colocarei meus pés em Constantinopla 😉
    Parabéns pelos posts!

    • 31 jul 2015

      Oi Gabi, que bom que gostou do post. Entendo bem sua ansiedade. Prepare o coração porque Istambul é dessas que nos abalam rs boa viagem e qq duvida é só falar, ta?
      bjs,

  2. 30 jul 2015

    Lindo texto Jackie! Istambul deixa mesmo uma impressão bem marcante na gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.