Inhotim exige certificado de vacina contra Febre Amarela

por Jackie Mota 31.jan.2018

A incidência de febre amarela, infelizmente, aumentou neste verão e, agora, mesmo atrações aqui no Brasil estão adotando medidas preventivas para combate à doença. O Instituto Inhotim, em Brumadinho (MG) passou a exigir de seus visitantes a apresentação do certificado de imunização contra a febre amarela desde o dia 23 de janeiro. Por isso, se você planeja visitar o local, providencie seu certificado. É importante frisar que só será permitido acessar as dependências do Instituto quem comprovar que foi vacinado há, no mínimo, 10 dias. 

Inhotim informou que já vacinou todos os funcionários e que disponibiliza repelente contra insetos para os visitantes. O museu explicou que no verão a temperatura elevada e a maior incidência de chuvas aumentam a proliferação do mosquito transmissor e, por isso, estava aderindo a essas medidas preventivas. 

Leia a nota completa do Instituto Inhotim aqui.

Informe-se sobre a febre amarela no Viaje Sim!

Espero que tenha gostado deste conteúdo, que foi produzido com cuidado e carinho para você. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Quando você usa nossos links, gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. Agradecemos muito o seu apoio!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *