Dirigir no México: dicas para alugar carro e enfrentar as estradas com segurança

por Rômulo Elizardo 09.ago.2018

Durante nossa viagem à Riviera Maia, decidimos alugar um carro para dirigir no México por alguns motivos. O principal deles se chama Maria Sophia. Brincadeiras à parte, entendemos que viajar com um bebê seria mais confortável se fosse feito com um carro. A questão da segurança foi explicada pela Jackie no post sobre o aluguel da cadeirinha de bebê. Outro fator decisivo foi nosso roteiro – que você pode consultar em detalhes aqui – que incluía pernoite em 3 cidades e 5 hotéis diferentes. Sim, nós não temos juízo e não somos apegados às soluções mais fáceis. Não quisemos fazer os passeios de um dia (famosos bate-volta) e optamos por montar um roteiro de road trip. Acredito que o fato de termos mais liberdade de deslocamento e também de horários, em função do carro, nos permitiu aproveitar mais a nossa menininha sem nos estressar com horários apertados e trajetos obrigatórios. Pudemos escolher aonde e quando ir. E se mudássemos de ideia, era só recalcular a rota. Neste post compartilho as dicas sobre dirigir no México, mostrando como alugar um carro com economia e sem surpresas negativas, além de contar minha experiência na estrada.

Cenote Ik Kil no México visto de dentro

Genote Ik Kil: estar de carro e ter flexibilidade nos horários e roteiro nos ajudou a relaxar e curtir a viagem com a pequena

Dicas para alugar um carro sem surpresas negativas 

A escolha do modelo de carro é muito pessoal. Eu preferi nessa viagem optar por um carro mais confortável do que geralmente alugaria. Encontrei um Nissan Sentra automático com preço muito bom e não me arrependi. Como de costume fiz minha reserva através do site da Rentalcars. Se quiserem ajudar o blog usem o link para alugar seu carro. Realmente gosto muito do site e para alugar carro no México foi muito útil por dois motivos que explico a seguir.

O primeiro motivo foi porque o site mostra as notas e as avaliações de cada empresa de aluguel de carros. Assim posso escolher a mais bem avaliada e ver se os clientes anteriores dessas empresas reclamaram de algo que também me incomodaria. Eu aluguei pela National e fiquei muito satisfeito. Retiramos o carro no aeroporto de Cancún e devolvemos em Playa del Carmen, próximo ao Porto. Brasileiros podem dirigir no México apenas com a Carteira Nacional de Habilitação, sem necessidade de emitir uma Permissão Internacional para Dirigir (PID). 

O segundo motivo é porque no México é obrigatório a contratação de seguro contra terceiros, ou de seguro de responsabilidade civil. Isso costuma ser aquela “surpresinha” desagradável na hora de tirar o carro da loja, quando o valor que você reservou era de X e surge uma taxa extra, no caso um seguro obrigatório, que faz tudo custar 2X. Para que você entenda melhor, esse seguro obrigatório no México não é coberto pelo seguro que os cartões de crédito costumam dar. Então para que você tire o carro da loja você tem que pagar por esse seguro. Então o que fazer? Vou mostrar o caminho que eu fiz. Usando a Rentalcars, ao realizar uma busca usando suas datas e destino, logo abaixo da imagem do carro de cada oferta, você encontra um link de “Termos do aluguel”.

Tela do buscador de carros Rental Cars para alugar carro no México

Tela do site Rental Cars

Ao clicar nesse item se abrirá uma janela ou algo parecido com a imagem abaixo:Tela do buscador de carros Rental Cars para alugar carro no México

Você deve descer até encontrar o link de “Termos completos do aluguel”:Tela do buscador de carros Rental Cars para alugar carro no México

 

Clique no link “Termos completos do aluguel e depois em “Incluso no preço do aluguel”:

Tela do buscador de carros Rental Cars para alugar carro no México

 

Verifique se o seguro contra terceiros está incluso. Se estiver vá em frente.

Como é dirigir no México

De um modo geral as estradas por onde passamos na Riviera Maia são bem pavimentadas, com boa sinalização e dispõem de muitos postos de gasolina ao longo das vias. Achei a gasolina mais barata do que no Brasil. No trecho entre Playa del Carmen e Valadollid há um pedágio.

Dispensei o aluguel do GPS e para nos guiar usei o Google Maps e a internet. A Jackie já explicou como fizemos pra conseguir acesso à Internet em outro post.

O limite de velocidade nas estradas costuma ser de 90 a 110 km/h. Há muitas lombadas eletrônicas para controle de velocidade. Não tive problemas com a polícia local e não recebi nenhuma multa, mas li muitas histórias sobre o assunto.

As lombadas (ou quebra-molas) mexicanas

Li em todos os blogs que consultei que a polícia mexicana não é muito confiável, o que me fez ser muito cauteloso em todos os contatos que tive com eles. E acabou sendo emblemático o único momento em que um policial falou comigo enquanto eu dirigia. Foi justamente quando eu passava por uma lombada diante de um posto de polícia. Eu passei como o faria aqui no Brasil, talvez até um pouco mais devagar justamente porque estava diante da cabine. No entanto, no México os motoristas têm por costume reduzir a velocidade absurdamente, vulgo “quase parar“, para passarem pela lombada. Inicialmente eu achei que fosse só por amor aos carros, mas depois da reprimenda que tomei do policial, um belo “Despacito cavallero!”, entendi que o guarda não queria bailar comigo e que na verdade passar despacito pelas lombadas mexicanas, em primeira marcha, é um costume a ser mantido.

Vista de parte das ruínas de Tulum com o mar ao fundo

Ruínas de Tulum: chegar anos do horário das excursões de ônibus é uma vantagem para pegar as ruínas mais vazias, e também o sol mais leve

E no final das contas, vale a pena alugar carro no México?

Sim. A minha experiência foi boa. Pude aproveitar melhor meu tempo, curtir bem os destinos, ir a mais lugares no mesmo dia e escolher o que visitar a cada dia, dependendo da nossa disposição e da nossa bebê, sem estresses por ter já ter um programa agendado. E os custos de aluguel de carro no México são atraentes, sendo bem mais baratos do que em outros destinos como EUA ou Brasil.

É isso. Chequem a inclusão do seguro contra terceiros e não esqueçam de ir despacito nos quebra-molas. Se tiverem alguma dúvida ou sugestões é só deixar nos comentários. 

Veja nossos outros posts sobre a Riviera Maia

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

PROMOÇÃO atual: Somente 02 e 03 de dezembro a Seguros Promo está com VINTE % de desconto! Clique aqui e use o cupom MONDAY (E consiga + 5% de desconto para pagamento via boleto bancário) 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela;
    Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil.
    O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post.
    E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem por esse link que te dá 10% de desconto e você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto.

Compre já e economize!



Publicado por Rômulo Elizardo

Apaixonado por ciência e tecnologia. E por mil assuntos diferentes a cada dia. Leitor voraz. Ama viajar e se casar (com a Jackie). Não sossega até ter certeza de ter encontrado o melhor/custo benefício em cada detalhe de uma viagem. Pai de dois buldogues franceses e uma humaninha, é psiquiatra.

outros artigos de Rômulo Elizardo »

Comentários

  1. Maria
    01 nov 2019

    Oie, tudo bem? Gostaria de saber qual internet vocês usaram no celular, compraram um chip aqui no Brasil ou adquiriram um assim que chegaram ao México? Obrigada

    • 07 nov 2019

      Olá Maria, tudo bem?
      Eu comprei um chip da Telcel em Cancun. Saimos do aeroporto e fomos direto lá, é praticamente uma reta. Foi bem bom o serviço. Eu até vendo chips de internet internacional aqui no blog, a vantagem deles é chegar no país e de dentro do avião mesmo ele já funcionar, por exemplo. E também se você vai a mais de um país, ele funciona no mesmo chip, é bem pratico. No entanto, nessa viagem aí, só pro México, saia mais barato usar o chip local. A desvantagem é ter que sair do aeroporto sem internet. Mas realmente no caso de Cancun era bem fácil chegar de carro na loja da Telcel.
      Nesse post aqui expliquei os detalhes: https://www.viajesim.com/mexico-roteiro-de-8-dias-para-road-trip-com-um-bebe.html
      E Neste link a seguir você consegue ver todos os posts que escrevi sobre o México: https://www.viajesim.com/categorias/mexico
      abs!

  2. 27 jun 2019

    Muito bom o blog de vocês, muitas dicas importantes.Hospedando em Playa del Carmen, quais locais mais interessantes visitar? Nos locais dos parques arqueológicos tem guias que fala português? Obrigada!

    • 03 set 2019

      Oi Vera, a partir de Playa vc pode fazer bate-volta pra Tulum, os cenotes dos arredores e, especialmente, pode ir de barco até Cozumel. Poxa, vou ficar te devendo a informação sobre os guias falarem português. Mas eu acredito que um portunhol role sim, pois há muito turismo de brasileiros na região. um abraço!

  3. Moira
    17 jan 2019

    Olá! Estou cotando um carro para alugar no México agora em fevereiro/março, mas eles cobram uma taxa exorbitante para a devolução em outra cidade! Exemplo: o carro custa 600 reais por 12 dias, e a taxa para devolver em outra cidade é mais 2,500 dolares!! Vi que vc nao menciona nada sobre isso no seu post, apesar de ter devolvido em cidade diferente. Nao havia essa cobranca ano passado?

    • 17 jan 2019

      Oi Moira, vc está cotando por onde? Não pagamos taxas altas assim não. Abs,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.