Colônia

por Jackie Mota 17.set.2012

É, eu sei que ainda tem muitas outras viagens feitas antes de Colônia para entrar aqui no blog, mas a verdade é que saí de Colônia com vontade de voltar e essa vontade está ainda mais forte neste domingo à tarde. Estou na reta final do mestrado, quando concentração é um item do qual preciso às toneladas para encarar as milhões de páginas ainda por ler e organizar tudo que aprendi em dois anos em forma de dissertação. E enquanto estávamos em Colônia eu só pensava o quão bom seria poder ficar por ali para fazer isso. A paz que se sente em Colônia é tudo o que uma mestranda poderia pedir. Mas também cai perfeitamente bem para um casal que quer namorar, para quem quer dar uma paradinha na rotina corrida, para o viajante que deseje descobrir uma cidade encantadora. 


Chegamos a Colônia depois das Bodas Porteñas e dias corridos em Buenos Aires. Iríamos ficar por ali somente um  dia, sair logo cedo na manhã seguinte. Por isso o tempo frio, nublado, com vento cortante que nos fez revirar a mala em busca das luvas parecia não ser o perfeito para nosso passeio. Mas por causa do frio quase todas as lareiras da cidade estavam acesas, incluindo a do nosso delicioso hotel, e assim podíamos sentir a toda hora o agradável perfume da lenha. Eucaliptos ou espinillos queimavam exalando um cheiro que marcou a viagem.

Em nosso primeiro dia apenas andamos, sem pressa, sem roteiro, sem procurar o menor trajeto entre dois pontos. Para nós viajantes que estamos sempre ansiosos em ver tudo, em não deixar nada de fora, em fazer o roteiro mais proveitoso, não tem como não sentir paz numa cidade onde nada disso é preciso. O centro histórico de Colônia é pequeno, perfeitamente percorrível a pé em poucas horas. A falta de trânsito, mesmo durante a semana, parece instantaneamente enviar ao cérebro a mensagem: relaxe, hoje não é dia de se preocupar com a hora.


Acertar na escolha do lugar para comer parece simples, já que sem consultar guias ou debater muito comemos bem e comemos barato a comida feita em Colônia, ali naquelas cozinhas do centro ou nas fazendas da área. E não é preciso determinar se a noite já acaba, se o domínio já é do dia. Não é preciso saber se ainda há ônibus circulando, se ainda será aceita uma reserva para o táxi para ir até a rodoviária. Para ir em Colônia, basta andar. 

Depois de aproveitar dia e noite gelados, tivemos ainda uma manhã de sol que nos fez decidir por ficar mais um pouco. Aproveitamos então a extensa orla, que no verão deve conseguir abrigar a todos que procuram sol e água fresca. Andamos de bicicleta, vimos mais um pouco da história da cidade que todos queriam e, sem marcar hora, pegamos nossas malas e fomos embora.  


Texto: Jackeline Mota; Edição: Rômulo Elizardo; Fotos: Viaje Sim!

Espero que tenha gostado deste conteúdo, que foi produzido com cuidado e carinho para você. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Quando você usa nossos links, gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. Agradecemos muito o seu apoio!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. Letícia Lettieri
    27 set 2014

    Olá, Jackie! Gostaria de saber qual restaurante é esse da foto. E quais restaurantes/bares você recomenda?

    Beijos

    • 27 set 2014

      O da foto é o Buen Suspiro, que eu super indico. Comemos à noite lá, tudo com ingredientes locais, super gostoso.
      E fomos tb no Lentas Maravillas, que é mais um café, indico pra um lanche ou sentar lá tomando um chapinho naquela calma =)
      bjs,

  2. Livia
    05 mar 2014

    Jackie!
    Vou fazer aquele esquema de bate e volta de BA até Colônia.
    Minha dúvida é: Os restaurantes e museus aceitam pesos argentinos? Ou tenho que fazer o câmbio para pesos uruguaios?

    • 05 mar 2014

      Aceitam sim e tb aceitam dolar. Mas se quiser fazer cambio tem no porto tv.
      Abs

  3. jackieeromulo
    14 out 2012

    Olhe, eu sou apaixonada por Colônia. Quero mt voltar. No verão então, deve ser lindo lá! Fica perto de Monetevidéu também e achei maravilhoso dormir lá. A maior parte das pessoas faz bate-volta, mas eu curti muito a noite calminha de Colônia. Reserve sim, pis dezembro é alta temporada em qq lugar, né?
    bjs,

    • Cassio R Eskelsen
      16 fev 2013

      Olha, eu acho um pecado fazer bate-volta em Colônia ! Colônia merece no mínimo um dia inteiro + uma noite (para pegar o lindo pôr do sol).
      Se eu pudesse dar um conselho, diria : “esquece Buenos Aires e torre todos os dias no Uruguay” heheh

      • 16 fev 2013

        Olá Cássio, acho que dormir pelo menos uma noite fará um bem enorme ao viajante. Colônia é calma e pra ser feita em outro ritmo, né? Acho um perfeito descanso entre Buenos Aires e Montevideu. Queria poder ficar uma semaninha relaxando por lá =)
        Abs,

  4. Roberta Maues Luz
    13 out 2012

    Oi Jackie! Obrigada! Vou ver se reservo logo, pois dizem que em Dezembro é concorridíssimo. Na verdade, soube de colônia quando fui à Buenos Aires, mas nesta viagem que faremos em dezembro, vamos à Montevidéu e de lá para Colônia. Estou sonhaaando com Colônia!!!

  5. jackieeromulo
    12 out 2012

    Oi roberta, recomendo o hotel Terrazas Posadas. É no centro histórico, lindinho, confortável, e foi cerca de 100 dólares. Tem piscina, no verão deve ser uma delícia. Tem lareira tb, que foi ótimo no inverno. É pertinho de Buenos sim, em barca pode ser 1h ou 3 hs. beijos,

  6. Roberta Maues Luz
    12 out 2012

    Jackie, que hotel você recomenda em Colônia? Vou passar minhas bodas de Papel lá, em dezembro. Estava sonhando com esta viagem desde que estive em Buenos Aires e soube que era rapidinho chegar lá.

    Bjs

  7. jackieeromulo
    17 set 2012

    Tb estou morrendo de vontade!

  8. Fernanda Galvão Al Khouri
    17 set 2012

    ai que delícia!!!! Me deu taaaaaaaaanta vontade de estar em frente a uma lareira comendo um pãozinho caseiro agora!!

  9. Jackeline_e_Romulo
    17 set 2012

    Teste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *