Airbnb em Nova York: nova lei mantém restrições

por Jackie Mota 22.out.2016

Quase todo turista sabe: hospedagem em Nova York é um item caro. E uma das alternativas para baratear a estadia em diversas cidades pelo mundo, o aluguel de apartamentos pelo Airbnb continua com restrições Nova York. Atualmente, uma lei estadual barra os proprietários de apartamentos de alugar suas unidades por períodos inferiores a 30 dias, se eles não estiverem presentes na residência. Pois o governador do Estado de Nova York, Andrew Cuomo, aprovou uma nova regulamentação em 21 de outubro que vai colocar novas regras que vão impedir que as pessoas até mesmo anunciem seus apartamentos de forma proibida por lei. Com isso, o governo quer enquadrar tanto o Airbnb em Nova York como seus usuários na legislação vigente para aluguéis.

Airbnb em Nova York

Vista de Nova York

Por outro lado, anúncios de aluguéis de quartos quando o dono do imóvel também permanecer no imóvel continua sendo permitido para períodos menores que 30 dias, segundo a nova lei. Segundo agências internacionais, imediatamente após o anúncio da aprovação das novas regras, o Airbnb entrou com um processo na Justiça contra as medidas. A empresa alega que o regulamento viola a legislação norte-americana, que protege empresas de internet em relação ao conteúdo dos usuários. Não é a primeira briga que o Airbnb compra com o governo. A empresa tem ações semelhantes na Justiça em cidades como São Francisco e Santa Mônica.

Por enquanto é isso: é possível alugar legalmente pelo AirBnB em Nova York apenas quartos em apartamentos onde os donos continuem nos imóveis ou apartamentos inteiros por mais de 30 dias.

Se você está procurando hotel na em Nova Yok, nossa indicação é o The New Yorker, hiper bem localizado e muito espaçoso. Confira mais detalhes sobre hotel em Nova York aqui.

Clique aqui para ganhar 25 euros de desconto no AirBnb

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela. Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil. O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post. E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem, onde você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto. Compre já e economize!

PROMOÇÃO: 10% de desconto nos seguros para viagens com início ou término entre 18 de dezembro de 2018 e 4 de fevereiro de 2019.
É só utilizar o cupom FERIAS na Seguros Promo!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. Paulo
    23 out 2016

    Outra dica que eu dou, pra quem quer gastar relativamente pouco em NY é o hotel RAMADA LONG ISLAND CITY, fica muito próximo a Manhattan, um bairro calmo com bons restaurantes e mercadinhos perto, o valor pelo que acabei de cotar no booking para uma data aleatória é R$ 2832 para 7 dias. Claro que isso pode variar, mas quando fui não achei nada tão perto pelo preço. Tempo de sair do hotel até pegar o metro e chegar no central park por exemplo dura em média 15 minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.