12 motivos para incluir Tallinn no seu roteiro

por Jackie Mota 23.abr.2015

Estávamos de viagem marcada para a Rússia, quando o Rômulo sugeriu que esticássemos nosso roteiro para os Países Bálticos. Assim que comecei a ler sobre os destinos, fiquei empolgada com a história e o charme das fotos daquelas cidades. Um dos destinos mais conhecidos na região é Tallinn, capital da Estônia, mas muita gente a inclui apenas como um passeio de bate-volta a partir de Helsinque ou São Petersburgo. Embora os pontos turísticos principais sejam possíveis de serem visitados neste tempo, ficar pelo menos dois dias e uma noite em Tallinn pode proporcionar uma ótima oportunidade de conhecer um pouquinho dos estônianos e vivenciar o charme histórico dessa cidade. Veja, de forma bem resumida, 10 motivos pelos quais vale a pena incluir Tallinn, na Estônia, no seu roteiro:

o que ver em Tallinn Estônia

Mercado de Natal na principal praça de Tallin, com o prédio d prefeitura ao fundo

1. Tallinn parece um conto de fadas

Se você alguma vez já viu uma foto de Tallinn, provavelmente pensou: parece um conto de fadas, ou uma cidade saída de um filme. Pois se você for a Tallinn, não mudará sua impressão! A cidade antiga parece mesmo de brinquedo, um cenário, de tão perfeitinha. A cidade antiga é um lugar delicioso para passear sem pressa, reparando nos detalhes das construções, comer e dormir muito bem. Por isso, acho um super destino, por exemplo, para uma lua de mel ou viagem romântica, seja no verão ou no inverno.

Viagem romântica? Veja o hotel em que nos hospedamos em Tallin

o que ver em Tallinn Estônia

o que ver em Tallinn Estônia

2. Tem a cidade antiga mais bem preservada do Norte da Europa

A Cidade Antiga de Tallinn, a parte mais turística, é considerada o centro velho mais bem preservado do Norte da Europa. A área está na lista dos Patrimônios mundiais da Unesco. Uma das atrações mais legais é a excelente oportunidade de se ver como era de fato uma muralha na Idade Média.

o que ver em Tallinn Estônia

3. É uma cidade histórica

Lembra das aulas do colégio quando a professora falava da Liga Hanseática? Pois então, Tallinn esteve bem no centro dessa história. A cidade era um dos pontos centrais dessa rede de comércio dos séculos XIII a XVI. Na época, Tallinn se chamava Reval. Os renomados e ricos comerciantes germânicos deixaram um incrível legado arquitetônico, que contribui pro charme da cidade antiga.

4. Você pode entrar em contato com a singularidade estoniana

Visitar Tallinn permite que você tenha uma noção da singularidade da Estônia. Apesar e nos referimos quase sempre ao país como um dos países bálticos, a Estônia tem geografia parecida com a dos outros 2, mas seus laços étnicos e linguísticos são compartilhados com a Finlândia. A região já passou pelo domínio de povos diversos, no entanto. Houve um período dinamarquês, seguido pela liberdade econômica da liga comercial hanseática. Uma das jóias arquitetônicas de Tallin, a Muralha e seu sistema de defesa, provém do controle de outro povo sobre aquele território: os suecos dominaram do século XVI a XVIII. Outros períodos de dominação deixaram marcas no lindo conjunto arquitetônico de Tallinn, como a dominação russa czarista. No século XX, no entanto, o legado foi muito mais violento: o país viveu sob o domínio dos comunistas russos, voltando a compartilhar uma história de opressão com seus vizinhos dos Bálticos. Hoje, ao mesmo tempo em que tem um patrimônio histórico como Tallinn, o país lidera em inovações como a utilização da internet para o exercício da cidadania (veja o item 11).

o que ver em Tallinn Estônia

5. Oferece uma amostra das igrejas russas 

Quem tem vontade de ir à Rússia para ver suas lindas catedrais ortodoxas, mas ainda não conseguiu realizar esse desejo, pode ter uma amostra em Tallinn. Na cidade está a Catedral de Alexandre Nevsky, construída em 1900.

o que ver em Tallinn Estônia

Veja aqui nossos posts sobre São Petersburgo

6. Tem muitas atrações bacanas

Além da Muralha e da Catedral de Alexander Nevsky, que já citei, Tallinn tem outras atrações super bacanas ainda na cidade antiga como o Castelo de Toompea, o Museu Histórico da Estônia, que funciona no histórico prédio da Guilda de Tallinn, a Prefeitura da Cidade e a Farmácia – a mais antiga em funcionamento na Europa, desde 1422. Isso, além de pontos bacanas de se visitar pelas ruas, como a passagem de Santa Catarina, a Praça Raekoja e os pontos com excelentes vistas da cidade como a Plataforma Patkuli.

7. É cidade fácil de se locomover

Para conhecer as principais atrações de Tallinn, basta caminhar. Mas, se você, por acaso, precisar de transporte – para ir e voltar do aeroporto ou rodoviária, por exemplo – saiba que Tallinn tem um excelente sistema público. Eles contam com ônibus, trolleys e trams. Para usar várias vezes, você pode comprar o cartão de transporte. Para poucas vezes, pode comprar passagens individuais com o próprio motorista – custavam, em dezembro de 2014, 1,60 euro. Se você comprar o Tallinn Card, para acessar as atrações turísticas, tem direito a usar o sistema de transporte gratuitamente.

Desde 1º de Janeiro de 2013, todos os residentes em Tallinn cadastrados têm direito a usar o sistema público de transporte de forma totalmente gratuita. É a maior cidade do mundo e a primeira capital da Europa a oferecer isso.

o que ver em Tallinn Estônia

8. Tem um ótimo restaurante medieval

Em várias cidades da Europa, e em toda a região dos Bálticos, é possível encontrar restaurantes “medievais típicos”. No entanto, em Tallinn, está um que não apenas “parece” medieval, mas é baseado em uma pesquisa série sobre o período, para reconstituir de forma fiel o cardápio. É claro, que essa fidelidade esbarra no conforto, e é possível pagar a conta com cartão de crédito, por exemplo. O restaurante é o famoso Olde Hansa que, além da comida muito boa, oferece uma experiência interessante. A iluminação é à luz de velas, a louça e os móveis reproduzem a época e o cardápio usa uma linguagem super engraçada para remeter às estrebarias da Idade Média.

o que ver em Tallinn Estônia

9. Fica linda no inverno

Tallinn é um destino perfeito para o inverno, porque seu fator “conto de fadas” é ainda mais acentuado pela neve branquinha sobre as casas e, principalmente, pela decoração natalina, incluindo um fofíssimo mercado de natal na Raekoja Platz.

Você sabia? Tallinn foi uma das primeiras cidades a ter árvore de Natal no mundo. A tradição de uma árvore enfeitada para celebrar a festa vem da Irmandade dos Cabeças Pretas, que atuava nos países Bálticos, incluindo Tallinn.

o que ver em Tallinn Estônia

10. Fica animada no verão

Tallinn também é um ótimo destino no inverno, pois além de os dias serem mais longos para aproveitar, ela tem muitos espaços abertos como parques e jardins e, claro, uma área portuária. Além disso, no verão acontece uma série de eventos como o Festival Old Days, que celebra a chegada do verão;o Õllesummer beer festival, regado a cerveja; e o Festival Medieval, que em 2015 acontecerá de 9 a 12 de julho.

o que ver em Tallinn Estônia

Vai comprar moeda estrangeira? Encontre a melhor cotação
mais próxima de você com o Melhor Câmbio 

11. É uma cidade – e um país – conectados

O termo “E-stonia” vem sendo usado para se referir ao país onde os habitantes conseguem exercer sua cidadia de forma online: eles podem votar, pagar impostos etc, através da internet. No ano passado, a Estonia se tornou o primeiro país do mundo também a oferecer a e-cidadania. O site da revista Economist fala, ainda, de um cluster tecnológico no país (leia aqui): é da Estônia o fundador do Skype. Mas, para os turistas, o que interessa mesmo, além da experiência de conhecer um país onde os cidadãos podem resolver suas obrigações do conforto de seus computadores, é que Tallinn oferece conexão wi-fi gratuita em toda a cidade antiga.

o que ver em Tallinn Estônia

12. É fácil de incluir no seu roteiro   

Se você gostou dos motivos para visitar Tallin, uma ótima notícia é que é bem fácil encaixá-la em roteiros diferentes pela Europa. Nós, por exemplo, fomos de ônibus a partir de São Petersburgo, em uma das viagens mais confortáveis que já fizemos. Veja os detalhes dos ônibus que circulam pelos Bálticos aqui. Nossa viagem foi noturna, então chegamos cedinho a Tallinn. De lá, seguimos também de ônibus para Riga, em uma viagem de apenas 4h30, bem confortável, com wi-fi e bebidas quentes a bordo! Também há trem ligando Tallinn a São Petersburgo e a Moscou.

Quem estiver em Estocolmo ou em Helsinque, pode ir a Tallinn de navio. Para mais detalhes da viagem a partir de Helsinque, veja mais detalhes no post da Bruna, do Contando as Horas. Para ler mais sobre como ir a partir de Estocolmo a Tallin de barco, veja o post do Minha AquarelaTallinn também tem uma ótima ligação por ar com a Europa. As low cost Ryan Air e Easy Jet atendem a cidade, além da Lufthansa e da TAP.

o que ver em Tallinn Estônia

 Onde ficar em Tallinn: Hotel Three Sisters

Todos os posts da Estônia

Seguro de viagem para Europa: compre na Real Seguros e pague em Reais 

* Agradecemos ao Visit Tallinn, que nos presenteou com Tallin Cards

ORGANIZE SUA VIAGEM

Espero que tenha gostado deste conteúdo, produzido com cuidado e carinho. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Ao utilizar nossos links, você gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. E você não paga nada a mais. Agradecemos muito o seu apoio!

 

  • SEGURO VIAGEM: É obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, além de países como Cuba e Venezuela. Altamente recomendável em caso de gravidez, já que seguros de cartões de crédito não cobrem grávidas, práticas de esportes radicais e outros casos. Os gastos com atendimento médico no exterior podem ser exorbitantes! Nos EUA uma internação diária pode custar cerca de US$ 2 mil e um parto vaginal e sem anestesia em 2018 custa mais de US$ 32 mil. O seguro também te auxilia com imprevistos como cancelamento de viagem e extravio de bagagem. Para encontrar o plano mais adequado para sua gravidez leia esse post. E para garantir o melhor preço pesquise na Real Seguro Viagem, onde você pode pagar em até 6 x sem juros, e na Seguros Promo, onde você pode usar o cupom VIAJESIM5 e ganhar 5% de desconto. E você ainda tem MAIS 5%OFF para pagamento via boleto. Compre já e economize!

PROMOÇÃO: 10% de desconto nos seguros para viagens com início ou término entre 18 de dezembro de 2018 e 4 de fevereiro de 2019.
É só utilizar o cupom FERIAS na Seguros Promo!



Publicado por Jackie Mota

Uso minha formação em jornalismo e minha experiência organizando as viagens da minha própria família para escrever posts didáticos e detalhados para poupar o SEU tempo. Nos meus textos você encontra informações práticas apuradas com responsabilidade e organizadas de acordo com as necessidades do viajante. Referências histórias e análises sobre a política e impactos do turismo também estão presentes no meu trabalho para que você viaje bem informado, seguro e consciente - sou especialista em Relações Internacionais e Mestre em Estudos Estratégicos da Segurança Internacional.

outros artigos de Jackie Mota »

Comentários

  1. EDWARD
    10 fev 2016

    Jackie
    Antes de mais nada parabéns pelo blog e pelo texto de agradável leitura! Estaremos em Paris, entre 21 de abril e 13 de maio e graças a você estamos pensando em conhecer São Petersburgo (4 Dias) e Tallin (2 dias), para esta época acredito que o clima ainda esteja um pouco frio, estou em duvida sobre qual é a melhor forma de deslocamento, avião e/ou onibus ? É melhor começar por Tallin ou SP? Entre Tallin e SP qual o meio mais adequado?Os dias são suficientes?
    Grato
    Edward

    • 12 fev 2016

      Oi edward, que legal, fico feliz em saber que influenciei sua escolha.
      Olhe, entre Tallin e SP ônibus é uma ótima escolha, pois vc pode aproveitar a noite pro deslocamento e é bem confortável. Eu fiz SP-> Tallinn, pq o ônibus saía à noite de SP. Ha trem tb, mas aí era durante o dia.
      Por isso fiz primeiro SP. Os dias estão ótimos, com 4 dias, e não sendo alto inverno, vc conhece bem SP. E 2 dias fica perfeito pra ver a pequena Tallin com calma.
      abs e boa viagem!

  2. 12 maio 2015

    Adoramos Tallinn. Uma das cidades que mais nos surpreendeu durante nosso roteiro por essa parte da Europa.
    Outras opções bem legais em Tallinn são o palácio Kadriog, que Pedro o Grande construiu para a Catarina e foi usado para as férias de verão deles e o Seaplane Harpor, um museu para lá de modernoso.
    E apesar de não ser barato, o passe de turismo foi uma boa pedida quando estivemos por lá. Permite entrar em tudo que é lugar e ainda usar o ótimo transporte público.

    • 12 maio 2015

      Oi Leo, que legal ver você por aqui =)
      Também achei que o Tallinn Card valia a pena, tanto pelo transporte (que perfeição aquele sistema né? e é de graça pros moradores), como pelos “brindes” e descontos que dava também pra refeições, aí juntando às atrações, valia a pena sim.Tem post lá no Lud e Leo? Ainda vou escrever mais sobre Tallin e lindo a experiência de vocês.
      beijos!

      • 12 maio 2015

        Sim, sistema sensacional. Fruto da visão do país pós independência: investir na educação da população, com foco em informática e línguas estrangeiras.
        Acho que a Estônia tem até eleição para presidente pela internet. De tão informatizado que eles estão.
        Tem alguns posts de lá no nosso blog sim. E lendo o relato seu deu uma vontade de voltar lá.
        Beijos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.