O que aprendi com a Yoga: você respira, sempre

Em uma das primeiras práticas de yoga na nova academia, o professor disse uma daquelas frases que ficam gravadas na nossa mente pela simplicidade e grandeza da sabedoria que contêm. “Na Yoga, assim como na vida, não importa o que aconteça: você continua respirando”.

o que aprendi na yoga

Nós estávamos tentando fazer uma postura que exigia um pouco mais de resistência e minha atitude automática, impensada, já gravada no meu corpo, foi prender a respiração e talvez fazer aquela cara de sofrimento (tópico pra outro post!). Não sei se mais algum outro aluno prendeu a respiração também, já que uma das grandes maravilhas da Yoga é não ficar se comparando com outros. Mas foi nesse momento que o professor disse isso e foi ali que tomei consciência do tipo de resposta que eu estava dando às dificuldades. Foi ali que percebi o quanto eu estava dificultando ainda mais aquele momento, já que a respiração é fundamental pro equilíbrio e pra resistência.

Consciente do movimento que eu havia de alguma forma ensinado ao meu corpo diante da vida, pude reprograma-lo. Tá feliz? Respira. Tá difícil? Respira. “Na Yoga, assim como na vida, não importa o que aconteça: você continua respirando”.

Cresceu no interior de Minas, sempre cercada de livros. Desde criança tem uma alma antiga. Encontrou no Rio o amor da sua vida, com quem ama viajar e se casar (again and again). É mãe de dois buldogues, Maquiavel e Foucault, jornalista e mestre em Estudos Estratégicos.

Leave a Reply