13 formas de ajudar cães abandonados (7 para você fazer neste minuto, sem sair de casa!)

Se você tem vontade de ajudar cães abandonados, estou aqui para te ajudar. Fiz uma lista com 13 formas de você contribuir com a causa e, em 7 delas você nem precisa sair de casa e pode ajudar nesse minuto, diretinho de seu computador, tablet ou smartphone. É para não ter mais desculpas para não fazer nada, hein?

13 formas de ajudar cães abandonados

1. Apadrinhe um cão ou gato

A Sozed é uma instituição com trabalho sério aqui no Rio de Janeiro que cuida, abriga e coloca para adoção responsável animais abandonados. Se você não quer ou não pode adotar um animal, uma opção é tornar-se um Dindo. Para isso, basta doar mensalmente R$ 30 para a a organização. Você pode escolher um animalzinho – cão ou gato – para ser seu afilhado e receber notícias dele, além de poder ir visitá-lo, levar presentes, levar para passei-os. Eu já sou uma Sozedinda, o que você acha de ser um também?

Dica: você pode programar os depósitos mensais do apadrinhamento no seu banco.

formas de ajudar cães abandonados

Um dos cães abrigados na Sozed. É possível adotar ou apadrinhar os animais da instituição

2. Doe jornais e remédios usados para abrigos

Sabe aquele remédio que o seu cão usou e do qual sobraram 2 ou 3 comprimidos? Não deixe estragar! Verifique se o remédio ainda está na validade e veja se você também tem jornais velhos em sua casa e separe esses itens para doação, pois são muito úteis nos abrigos. Se você mora no Rio, entre em contato com a Sozed. Se você não puder levar até o abrigo, eles arrumarão um voluntário para ir buscar na sua casa.

3. Compre roupas, produtos para viajar com cães e outros produtos para seu pet na Adoptapet

A Luciana desenvolve um trabalho de resgate, cuidados e promoção da adoção de buldogues com a Adoptapet. Para ajudar nos custos, ela também tem uma loja, em que parte da renda dos produtos é para a causa. Há muitos produtos bacanas, como roupinhas, e para quem ama viajar com cachorro, a loja tem capas protetoras para o banco do carro com estampas variadas, veja só na foto abaixo:

formas de ajudar caes abandonados

Capas para banco de carro à venda na Adoptapet: parte da renda vai pros animais resgatados

Outro produto muito legal é o calendário apenas com fotos dos animais que já foram resgatados. Um monte de fotos de cachorros que hoje têm vidas felizes graças a ajuda de muitos e o empenho da Luciana. Visite a lojinha da AdoptaPet.

como ajudar caes abandonados

Calendário ilustrado com fotos dos bulls resgatados

4. Vá ao lançamento do Guia Pet Friendly Rio de Cris Berger no Da Roberta

No dia 23 de janeiro, um sábado, a Cris Berger irá lançar o seu Guia PetFriendly Rio na nova casa da chef Roberta SudBrack, o Da Roberta. O evento será das 15h às 19h e quem comprar um SudDog Original + 1 copo da Jeffrey Red Pilsen ganha um guia. A renda será revertida para a ONG Paraíso dos Focinhos. Ou seja: indo ao evento, você se diverte, prova a novidade gastronômica da Roberta, leva um guia bacana para casa para curtir mais a cidade com o seu pet, e ainda ajuda animais abandonados.

12473912_1669391770016723_2467899512417269368_o

5. Compre um calendário Celebridade Vira-lata para ajudar cães abandonados 

O Celebridade Vira-lata é um projeto de resgate e promoção de adoção voltados aos cães sem raça definida (SRD), os viralatinhas. Você pode colaborar com a manutenção do projeto comprando uma calendário, produzido com fotos dos resgatados. A renda é destinada à realização de mutirões de castração de cães e gatos carentes. Há calendários de mesa, de parede e pacotes com 25 unidades personalizadas, ótimo para empresas. Você pode comprar online aqui ou em lojas como a Livraria Cultura.

como ajudar caes abandonados

Capa do calendário Celebridade Vira-lata 2016

6. Divulgue cães achados, cães para adoção e feirinhas de adoção 

Muita gente critica quem “fica só nas redes sociais, mas não faz nada”, mas saiba que é possível, sim, ajudar os animais utilizando as redes sociais. É importante divulgar animais encontrados, que podem ter se perdido das famílias. Muitos animais conseguiram voltar para casa graças à ajuda das redes sociais. Também é importante incentivar a doação, compartilhando as fotos dos animais disponíveis para fazerem uma família feliz e divulgando os eventos de adoção. Faça a sua parte.

7. Ajude os animais resgatados do desastre ambiental de Mariana

A tragédia que atingiu os moradores da região de Mariana, em Minas Gerais, também fez muitas vítimas entre animais, como cães, gatos, cavalos e bois. O Fórum Nacional de Proteção e Defesa dos Animais está atuando na região. Você pode ajudar fazendo doações em dinheiro online. Doe aqui.

8. Doe dinheiro para Vakinhas da Sozed, Adoptapet ou Projeto Salvacão ajudar cães abandonados 

As Vakinhas são formas de arrecadar recursos com doações online. É super prático doar. Você faz tudo do seu computador. Sozed, Projeto Salvacão e Adoptapet são apenas três organizações de ajuda a cães que conheço, mas existem muitas outras espalhadas pelo país, assim como protetores que abrem seus próprios lares para abrigar animais maltratados por outros humanos (obrigada a esses anjos!). Se você não tem tempo, pode ajudar com doações para Vakinhas ou diretamente a esses protetores.

como ajudar caes abandonados

Esse é o nosso Foucault, que foi resgatado por um anjo e adotados por nós

9. Ponha o seu talento à disposição dos cães dos abrigos

Muitos cães aguardam por uma família em abrigos. Que tal aumentar a chance deles serem adotados colocando um de seus talentos à disposição? Veja só esse exemplo: o Esdras, de São José dos Campos, adestra cães que aguardam por adoção. Assim, eles podem chamar a atenção de possíveis famílias mostrando seus truques. Legal, né? Você pode colocar o seu talento e criatividade para ajudar também. Algumas idéias são produzir fotos bonitas dos animais para divulgação, ou criar uma campanha de marketing interessante nas redes sociais, ou quem sabe, ainda, fazer aquele quitute que é sua especialidade para vender e arrecadar fundos para um abrigo. Tem mais alguma idéia? Deixe uma sugestão pros leitores aqui nos comentários.

10. Seja voluntário nos abrigos

Todas as instituições precisam de voluntários para o trabalho do dia a dia: é preciso alimentar e dar banho nos animais, cuidar dos doentes, limpar o abrigo, levar animais paradas feiras de adoção, montar as feiras, entrevistar interessados na adoção etc etc etc. É muito trabalho. Se você tem alguma horinha disponível, entre em contato, pois certamente a ajuda será muito bem vinda.

como ajudar caes abandonados

Meus meninos, os “rimãos” mais carinhosos. A vida é muito melhor com cachorro!

11. Visite uma feira de adoções

Mesmo que você não esteja disposto a adotar um animal, você pode ajudar visitando as feiras de adoção. Para começar, você pode ir fazer um carinho nos bichinhos, que certamente vão apreciar o contato, viu? Depois, você pode ajudar a convencer os adotantes sobre como é maravilhoso ter um animalzinho em casa. E, depois, nas feirinhas sempre há alguns itens de bazar disponíveis para venda, que você pode adquirir e ajudar. Além disso, é possível fazer doações de itens e dinheiro presencialmente. Não deixe de comparecer e dar o seu apoio à causa.

12. Seja um lar temporário

Infelizmente o número de animais maltratados e abandonados é muito maior que a capacidade dos abrigos e, para complicar, alguns animais não se dão bem com outros ou precisam de muitos cuidados de saúde que não são possíveis nos abrigos. Então, os lares temporários são super necessários. Nesse caso, você receberá um ou mais animais para cuidar por um determinado tempo na sua casa. Essa é uma ótima opção para quem adoraria ter um animal em casa, mas viaja por muitos direto por muitos meses, ou trabalha embarcado, ou ainda quer saber se consegue se adaptar a ter um cachorro em casa.

Nós já fomos o lar temporário de uma cachorrinha, a Elke, e foi maravilhoso. Foi muito recompensador vê-la chegando debilitada e saindo daqui feliz e saudável e, melhor ainda, direto para uma família onde ela é cercada de amor. Para o nosso cachorro foi ótimo também, pois na época ele não tinha um irmãozinho, então adorou a companhia. Ofereça-se em uma instituição.

13. Adote um animal

Se você pensa que adotar é a forma mais completa de ajudar um animal abandonado, te digo que você não está totalmente certo. É que eu sei, por experiência própria, que adotar é a forma mais completa de ajudar na verdade, não apenas ao animal resgatado, mas também a nós mesmos. Ter um cachorro em casa é uma coisa maravilhosa e pode mudar a sua vida, te garanto. Nós somos abençoados pela presença de dois cãezinhos na nossa família. Nosso segundo filhote, o Foucault, chegou através de um resgate, e foi ele que nos transformou de um casal com cachorro em uma família completa.

É claro que a adoção precisa ser sempre pensada com muito carinho e também responsabilidade. É preciso pensar que um cachorro é uma responsabilidade por cerca de 10, 15 anos, que tem custos financeiros e precisa de cuidados e atenção. Mas, te garanto, eles dão absurdamente muito mais do que pedem. Se você precisa de argumentos científicos para decidir adotar, veja essas 6 provas listadas pela revista Superinteressante ou ainda essa lista do site Tudo sobre Cachorros.

como ajudar caes abandonados

Foucault e Maquiavel: a alegria da nossa casa, meus amores. Adote e seja muito, muito mais feliz!

Bom, agora que você acabou de ler o texto, eu já vou deixar o nosso muito obrigada pela sua ajuda, pois tenho certeza que você já escolheu pelo menos uma forma de ajudar, certo? Obrigada! E não deixe de compartilhar esse post para que mais gente ajude esses anjinhos de quatro patas.

 Outros posts sobre cachorros

Dicas para viajar com seu cachorro

Cresceu no interior de Minas, sempre cercada de livros. Desde criança tem uma alma antiga. Encontrou no Rio o amor da sua vida, com quem ama viajar e se casar (again and again). É mãe de dois buldogues, Maquiavel e Foucault, jornalista e mestre em Estudos Estratégicos.

2 Comments on 13 formas de ajudar cães abandonados (7 para você fazer neste minuto, sem sair de casa!)

  1. Everton Vieira
    10 de julho de 2018 at 14:51 (1 ano ago)

    Fico imaginando o buldogue que se chama Maquiavel…

    Responder
  2. Sara
    27 de novembro de 2017 at 14:35 (2 anos ago)

    ótimas dicas obrigada

    Responder

Leave a Reply