Nossa babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Marcar uma viagem foi a primeira coisa que fizemos quando confirmamos nossa gravidez. Como apaixonada por viagens, é claro que ter uma babymoon era um sonho – veja o que é, por onde começar a organizar a sua e por que escolhemos esse destino para nossa babymoon aqui. No nosso caso, aproveitamos que o roteiro escolhido passava pertinho do destino mais famoso das viagens para compra de enxoval e unimos as duas viagens em uma só. Assim, nasceu nosso roteiro de babymoon + enxoval: duas semanas em Cuba, 4 dias em Miami e 6 dias na Cidade do México. Nesse post eu divido com vocês nosso roteiro.

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Havana, Cuba

Veja aqui como comprar seu seguro viagem para gestante da Travel Ace

Nosso roteiro de babymoon

Já expliquei no post anterior que, inicialmente, pensávamos em curtir Cuba apenas como destino histórico e cultural e o México ficaria com a parte de “descanso”. No entanto, acabamos optando por curtir Cuba de forma integral, incluindo também destinos de praia e um resort no roteiro e deixar Cancun para ir com as crias. Nosso roteiro final da babymoon ficou dessa forma:

Cuba

Compramos as passagens com open jaw – ida Rio-Havana e volta Cidade do México-Rio – por cerca de R$ 1.800 em uma promoção que o Melhores Destinos noticiou quando já procurávamos os bilhetes. Foi uma baita sorte mesmo. Normalmente preferimos vôo noturnos para “otimizar” o tempo de viagem, mas como seria minha primeira viagem grávida, decidimos “perder” um dia no deslocamento para ter o conforto de dormir em uma cama. A escala teria sido ótima para descansar um pouco do vôo apertado, mas o aeroporto da Cidade do Panamá estava fechado, fomos para outro aeroporto e no fim ficamos um tempão dentro do avião em solo. Foi uma viagem hiper cansativa! Recomendo escolher um vôo com um tempo maior de escala na Cidade do Panamá.

  • Havana

Ficamos 5 noites e 4 dias para conhecer a capital de Cuba. Esse tempo foi ótimo  para visitarmos tudo o que queríamos na cidade, que nós adoramos, com calma. Nos hospedamos em uma casa particular no Centro de Havana, próximo a Havana Vieja.  Eu pensei que pudesse estar em um ritmo mais lento por conta da gravidez, mas isso não aconteceu. Então, 3 dias e 3 noites já está com um bom tempo e se quiser um ritmo rápidissimo, dá pra conhecer o básico em 2 dias.

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Havana, à noite

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Plaza de la Revolución, Havna

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Carro do nosso host em Havana

  • Uma manhã de deslocamento para Playa Larga

A viagem em carro levou apenas 2 horas e 10 minutos. Então a manhã foi pra café, check-out, viagem e check in com calma em Playa Larga. Usamos um táxi privado reservado em Havana mesmo.

  • Playa Larga e Playa Girón

Ficamos 2 dias e 2 noites em uma casa particular reservada pelo AirBnB. Quis incluir essa parada por conta do valor histórico. Foi aqui que ocorreu a famosa invasão da Baía dos Porcos em 1962. Mas foi o Rômulo quem descobriu que o lugar é o paraíso dos mergulhadores e tinha praias e cuevas lindas. Então separamos dois dias para conhecer um pouco do litoral sul. Nós visitamos dois locais lindíssimos, Caleta Buena e Cueva Dos Pesces, além de praias e o Museu de Playa Girón. O tempo foi suficiente, mas dá para ficar mais, pois por ali está um parque nacional interessante para quem quiser observar a fauna de Cuba. Eu não fui porque tenho pavor de répteis e ali é a morado do cocodrillo cubano.

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Caleta Buena, em Girón, uma das minhas paradas preferidas

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Museu sobre a invasão da Baía dos Porcos, em Cuba, em 1962

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Praia Cueva dos Pesces em Playa Larga

Grávida? Compre AGORA seu seguro viagem

  • Manhã de deslocamento para Trinidad

Saímos as 9h, depois do café, portanto. Chegamos 12h30 em Trinidad. Usamos um táxi coletivo reservado em Playa Larga.

  • Trinidad

Tivemos, então, 1 dia e meio e 2 noites em Trinidad, tempo mais que suficiente para dar 50 voltas pela cidade e ainda ir à praia. No primeiro dia passeamos um pouco pela área da Plaza Mayor, mas logo ficou muito quente – dica: nos dias em que estivemos lá, a manhã era boa até as 11h e depois só depois das 16h era suportável passear de novo, devido ao calor. Chegamos até o Parque Céspedes, onde usamos internet pela primeira vez em 8 dias em Cuba. Rodamos mais pela cidade, fomos até nossa casa tomar banho e descemos de novo. À noite na cidade é animada, com música ao vivo em quase todos os restaurantes. No segundo dia fomos conhecer Playa Ancón (também no litoral sul). Apesar de todos morrerem de amores por Trinidad, não foi nossa parada preferida e Ancón também não nos conquistou. Mas, sim, a cidade é linda e é um destino muito popular com os turistas, então é fácil chegar e encontrar hospedagem. Ficamos em uma casa particular reservada pelo AirBnB.

No dia seguinte usamos a manhã pra passear pela cidade novamente, revendo todas as ruas, agendarmos nosso transporte para Cayo Guillermo e fomos tentar almoçar. Depois pegamos um táxi e fomos para Playa Ancon onde ficamos até 17h30. De volta à cidade descansamos um pouco e descemos pra ver a noite mais uma vez e jantar.

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

A bela Trinidad: bonita e popular, mas não ganhou a primeira posição nos nossos corações

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Playa Ancón, em Trinidad

  • Manhã de deslocamento para Cayo Guillermo

Nosso carro chegou pontualmente às 8h30, quando terminávamos o café. Chegamos por volta de 13h ao hotel.

  • Cayo Guillermo

Um nome que guardei por anos na minha mente! Separamos 3 dias e 3 noites em um resort nesse cayo, uma das ilhas conectadas à ilha principal de Cuba por um pedraplán. O local é incrivelmente lindo e inspirou Ernest Hemingway. Aqui está uma praia que volta e meia figura na lista das mais bonitas do mundo, Playa Pilar. Atente que aqui não há muito contato com a vida real dos cubanos, já que é uma região apenas de resorts. Nós ficamos no Meliá Cayo Guillermo, um all inclusive.

O tempo foi mais que suficiente pra um resort. A princípio ficaria mais dias, mas Romulo achou melhor desmembrar e incluir outras cidades. Foi uma ótima decisão. De fato foi bom ficar num lugar sem ter que se preocupar com comida, transporte etc, tirando uns cochilos à tarde sem culpa. Mas a gente gosta mesmo de cidades grandes e ver o movimento, então 3 dias foi de ótimo tamanho. No primeiro dia fomos à praia do hotel e aproveitamos pra conhecer todo o espaço, já que o tempo nublou assim que chegamos. No dia seguinte fomos acordados pela notícia da morte de Fidel e acabamos ficando no hotel, entre praia e piscina. No terceiro dia fomos pela manhã pra Playa Pilar e voltamos no meio da tarde apenas pro hotel. Ficamos pela piscina e morgando. Na última manhã fomos aproveitar a praia do hotel e piscina e almoçamos.

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Nosso hotel em Cayo Guillermo

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Playa Pillar, em Cayo Guillermo

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Rômulo e Hemingway, que tornou Cayo Guillermo famosa

Saímos pra Santa Clara por volta de 13h30 e chegamos lá pelas 17h em Santa Clara. Usamos um táxi coletivo reservado ainda em Trinidad para nos deslocar.

  • Santa Clara

A última parada foi a mais rápida: apenas 1 noite e 1 dia para visitar a cidade histórica, local onde repousam os restos mortais de Che Guevara. Para nós acabou sendo também o local onde participamos das cerimônias fúnebres de Fidel Castro. Por conta disso tudo, acabou sendo um dos destinos que mais gostamos. Ficamos em uma casa particular reservada pelo AirBnB.

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Mausoléu de Che Guevara, em Santa Clara

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Homenagens a Fidel ao fundo em Santa Clara – estávamos no país quando o ex-presidente faleceu

  • Tarde de deslocamento para Miami

Desde 2016, há vôos diretos entre Cuba e os EUA. Nós voamos de Santa Clara a Miami com a American Airlines. O vôo levou cerca de 45 minutos e custou US$ 330 dólares por pessoa, incluindo as taxas. Esse valor foi alto para o trecho, pois encontrei passagens por cerca de US$ 100 nas primeiras pesquisas, mas deixei para comprar muito em cima da hora. Desde novembro já há vôos saindo também de Havana.

Estados Unidos

Miami

Foram 4 noites, 3 dias e mais uma manhã para fazer as compras do enxoval. Como Miami foi encaixada no roteiro depois de já termos emitido a viagem, ficamos com pouco tempo para a cidade. Nesse tempo foi possível fazer as compras do enxoval sim, mas apenas porque comprei a maior parte das coisas online com antecedência e, ainda assim, os dias foram corridos e cansativos. A única “concessão” à correria era mesmo ter uma boa noite de sono, pois eu sempre precisava dormir pelo menos 8 horas. Se fosse organizar hoje, eu deixaria mais dias em Miami simplesmente porque me surpreendi com a cidade  e gostaria de ter tido tempo para conhecê-la. Nós ficamos no Atton Brickell Miami, um quarto estrelas super novo que foi fundamental para termos uma boa estadia na cidade, com um quarto hiper confortável, muito espaçoso para manter todas as caixas e malas em ordem e um café da manhã maravilhoso. A região de Brickell também é super interessante e vale um roteirinho só por ali.

Leia nossa resenha do Atton Brickell Miami

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Miami, parada para o enxoval do bebê

  • Manhã de deslocamento para Cidade do México

Voamos com a Internet pela manhã. Passagem por ótimo preço (US$ 115) e com uma boa franquia de bagagem – 2 malas de 25 kg por passageiro, mais mala de bordo de 10 kg. Por conta disso, não precisamos pagar por bobagem extra. O embarque foi meio desconfortável, no entanto, mas a culpa foi do aeroporto de Miami mesmo.

México

  • Cidade do México

Que lugar surpreendente! Foram 6 dias e 5 noites, suficiente para conhecer o básico da cidade e visitar Teotihuacán sem correria. Achei importante essa etapa final da viagem ser mais tranquila para voltar descansada para casa. Além disso, a CDMx está a uma altitude de 2.200 metros, o que dificulta um pouco a respiração. Por isso, aconselho mesmo programar uma parada de no mínimo 5 dias por aqui. Ficamos no Hotel Plaza Revolución, um quatro estrelas com um excelente custo (Oi, pós compras de enxoval) e uma boa localização para quem tem um roteiro espalhado pela cidade. Os poréns são que o quarto é pequeno se você tem muita bagagem (caso de quem traz enxoval) e que o café, apesar de gostoso, super típico do México e servido até o meio-dia, tem um serviço lento todos os dias.

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Teotihuacán, México

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Murais de Diego Rivera no Palácio Presidencial, Cidade do México

babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México

Casa de Frida Kahlo, Cidade do México

  • Vôo Cidade do México-Rio, com escala no Panamá

Nosso vôo de volta saiu da cidade do México. Apesar dessa vez termos tido pelo menos uma horinha de escala para dar uma volta no aeroporto da Cidade do Panamá, achei bem cansativo por ser um vôo noturno.

Grávida? Compre AGORA seu seguro viagem

Continue lendo sobre babymoon no Viaje Sim!

Escolhendo o destino da Babymoon em tempos de Zika

Leia todas as nossas dicas de Cuba

Todas as dicas dos EUA

Todas as dicas do México

Espero que tenha gostado deste conteúdo, que foi produzido com cuidado e carinho para você. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Quando você usa nossos links, gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. Agradecemos muito o seu apoio!

  • Chip de celular internacional para internet e/ou dados Easy Sim 4u;

4 Responses to “Nossa babymoon: roteiro por Cuba, EUA e México”

  1. Mariana 18 de setembro de 2017 at 16:16 #

    Oi, Jackie, adorei seu post, obrigada por compartilhar informações da viagem! Estou querendo fazer um roteiro semelhante, que também inclui Cuba e Estados Unidos, mas fico preocupada com o recente retrocesso nas relações entre os dois países… pergunto: foi tranquila a chegada a Miami, tendo vindo de Cuba? Será que poderiam barrar a minha entrada tendo em vista a procedência? Obrigada!

    • Jackie Mota 18 de setembro de 2017 at 17:59 #

      Oi Mariana, tudo bem? A nossa chegada foi mais que tranquila, foi bem agradável. Eu estava gravida, como falei no post, e a agente dos EUA foi super simpática comigo, perguntou o sexo do bebe, ficou dando o palpite dela. Problema nenhum. Só que fomos antes da era Trump. Eu não estou informada sobre incidentes por esse motivo, mas acredito que há mais chances sim hoje de haver problemas. Pretendo fazer uma pesquisa sobre como anda a situação, mas hoje, me desculpe, realmente não sei avaliar se seria tranquilo esse roteiro. Abs,

  2. Rosemery Fernandes 11 de janeiro de 2017 at 7:04 #

    Jackie que sensacional essa viagem??????
    Cuba é um sonho do marido, e saber que consigo encaixar numa Babymoon me deixa mais a vontade, pq dividindo um segredo aqui, não curto viagens muito “históricas”. As fotos ficaram incríveis e vc tá uma grávida linda. Adorei tb a foto do Romulo, imitamdo, seria Fidel?
    Parabéns pelo post super detalhado.
    Obrigada e aguardo a segunda babymoon, Europa né?
    Bjus

    • Jackie Mota 12 de janeiro de 2017 at 11:29 #

      Que bom que gostou da idéia. Eu curti bastante esse rotieor, achei mesmo que ficou um otimo mix.
      A estatua é do Hemingway, e toooodo canto falam dele lá. Essa era no nosso hotl em Cayo Guillermo.
      A segunda babymoon sera no leste europeu, se der tudo certo, pq como vc sabe Foucault ta doentinho, entao ainda estamos vendo se vai rolar ou não.
      bjs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *