Éfeso: descobrindo as ruínas de uma das maravilhas do mundo antigo

Certamente você já ouviu falar de Éfeso, nem que tenha sido apenas rapidamente durante uma leitura da Bíblia. Mas se o nome desta cidade na costa ocidental da Turquia, a cerca de 70 km de Izmir, não lhe traz nenhuma memória, a gente faz aqui uma breve apresentação desse destino turístico que sem dúvida alguma vai tornar seu roteiro pela Turquia ainda mais rico em beleza e conhecimento.
Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5140

A importância histórica de Éfeso

Éfeso foi habitada desde a idade do bronze em sucessivas dominações helenística, gregas e romanas e viveu seu auge no século II depois de Cristo como um importante porto comercial. O local já foi conhecido como a Cidade de Ártemis, pois abrigava o Templo de Ártemis, uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo, que atraía multidões.

Além do destaque comercial, Éfeso era importante culturalmente. Ali, por volta do ano 100 antes de Cristo, foi construída uma enorme biblioteca, a Biblioteca de Celso. Destruída no ano 280 por um terremoto, a biblioteca teve parte de seu acervo de livros – na verdade, naquele momento eram “rolos –  levada para outra construção famosa na antiguidade: a Biblioteca de Alexandria. A construção de Éfeso, além de abrigar os livros tinha funções do que hoje conhecemos como uma universidade, promovendo o ensino e transmissão de cultura.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5075

O Grande Teatro

Quase 300 mil pessoas chegaram a viver em Éfeso e seu Grande Teatro tinha capacidade para mais de 25 mil pessoas. Como segunda maior cidade do mundo, atrás apenas de Roma, ela foi declarada capital do Império Romano na Ásia Menor. 

Além disso, Éfeso também foi importante na história do Cristianismo e, especialmente, para os devotas de Maria de Nazaré. A comunidade é mencionada na Bíblia como uma das 7 igrejas da Ásia menor. Por ali passaram os apóstolos Paulo e também João, o evangelista. E mais: João teria ido para Éfeso acompanhado de Maria, mãe de Jesus, após a morte desse em Jerusalém. Muitos acreditam que uma casa a cerca de 8 km de Éfeso é o local onde viveu a santa católica. Em Éfeso foi fundada a 1ª igreja do mundo dedicada a Maria e foi ali, em um Concílio Ecumênico em 431 que a Igreja Católica Apostólica Romana reconheceu a maternidade divina de Maria e a unidade pessoal de Cristo.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5146

Andando por Éfeso

O declínio de Éfeso está associado ao assoreamento natural do Rio Caístro, que acabou extinguindo a ligação da cidade com o mar e levando à perda da importância comercial da cidade. Além disso, Éfeso também foi atingida por terremotos.

Em 2015, Éfeso entrou para a lista dos Patrimônios da Humanidade da Unesco como um exemplo marcante de cidade portuária romana.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5133

Éfeso vista do alto

O que tem pra ver em “Éfeso”?

  1. As ruínas de Éfeso propriamente ditas, ou seja, um parque com entrada paga que pode ser visitado em cerca de 3 horas;

  2. O templo de Ártemis, que fica entre Éfeso e o centro de Selçuk, com entrada gratuita;

  3. O cemitério dos 7 que dormem, também perto da entrada de Éfeso;

  4. O Museu arqueológico com peças de Éfeso e do templo de Ártemis, no centro de Selçuk;

  5. A basílica de São João, no centro de Selçuk;

  6. A casa da virgem Maria, a cerca de 8 km das ruínas de Éfeso.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_4994

A única coluna que resta do Templo de Ártemis

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_4989

Como fazer pra chegar às ruínas?

A partir de Selçuk, que é a cidade mais próxima de Éfeso – cerca de 2 km -, você pode visitar Éfeso de forma independente – a pé, de bicicleta alugada, de carro alugado ou táxi privado – ou então fechar um tour com uma das muitas empresas de turismo local.

Dica: indo detour ou táxi peça para ficar no portão de cima de Éfeso, assim você fará a visita descendo o terreno.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5043

Ruínas de igreja em Éfeso

Acho que a opção de alugar um carro em Izmir vale muito a pena. Essa era a nossa ideia inicial: alugar um carro em Izmir, visitar Éfeso e depois ir até Pamukkale de carro e lá deolvê-lo, seguindo de ônibus noturno até a Capadócia. No entanto, não conseguimos organizar a devolução do carro em Pamukkale sem pagar um peço exorbitante. Quem se animar para seguir de carro até a Capadócia ou devolver o carro em Izmir mesmo pode utilizar esta opção.

Nós escolhemos ir a Éfeso por nossa conta e a pé a partir de Selçuk e foi tranquilo para a gente. No entanto, advirto que é boa caminhada mesmo. A gente é que gosta mesmo de andar, viu? Se for no alto verão será muito puxado, pois depois da caminhada até o parque, o próprio passeio pelas ruínas será a céu aberto. Mas quando fomos, na primeira semana de junho de 2015, pegamos um dia um pouco nublado.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5000

Caminho para Éfeso

Entre o táxi e o tour, financeiramente, vale mais a pena fazer o tour, mas você vai ficar com o tempo controlado pelo grupo. As agências vendem um tour com guia falando inglês, ônibus até casa da virgem Maria + Éfeso + templo de Ártemis por 120 liras. Já os táxis cobram 80 liras apenas para a ida até a casa de Maria, esperar lá e depois levar até Éfeso. Depois você ainda terá que contratar a volta das ruínas até Selçuk, ou então voltar andando.

Nós decidimos visitar o Templo de Ártemis, depois as ruínas de Éfeso, voltar para Selçuk para almoçar com calma e observar um pouco uma cidade menor da Turquia e visitar o Museu Arqueológico. Acho que foi uma ótima decisão, pois o museu complementa bem a visita a Éfeso. Lá estão fragmentos de adornos das paredes dos templos, muitas estátuas e objetos da vida cotidiana como moedas e vasos. Vendo as estátuas no Museu deu pra imaginar melhor como devia ser Éfeso em seu apogeu.

Efeso

Em frente à Biblioteca de Celso

Como são as ruínas de Éfeso

Ao visitar as ruínas de Éfeso você se sente mesmo dentro da cidade. Pelas fotografias que já tinha visto, achei que iria ver um templo aqui, outro ali, mas não é assim, pois há uma rua inteira com o pavimento original e as ruínas nas margens. Além disso, são muitos, muitos prédios para se ver e alguns deles foram restaurados, como a fachada da Biblioteca de Celso, que foi reconstruída na década de 70.

As ruínas possuem duas entradas, uma no alto, perto da Ágora, e outra na parte baixa da cidade. Na entrada do portão de baixo ficam os ônibus de excursões e um “mercado”. Foi por aqui que entramos. Nesta parte estão também banheiro, mesas para lanche, lojinha e lanchonete.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5123

Nós levamos 3 horas para visitar as ruínas de Éfeso com calma e usando o audioguia que alugamos lá mesmo. A entrada custava (junho/2016) 30 liras, ou 40 liras se você quiser visitar também os “terraços”, uma parte coberta das ruínas onde ainda estão sendo feitas escavações. Nós compramos as entradas completas e visitamos esta parte que é residencial e, por isso, bem interessante de se visitar para descobrir um pouco mais sobre a vida cotidiana em Éfeso. O audioguia custa 20 liras (e aceita euro e dólar e cartão de crédito) mais um depósito de 100 liras e está disponível em 10 línguas, incluindo Português.

A beleza é o destaque da Via Arcadiana, um caminho que era a entrada da cidade para quem chegava pelo mar e foi construída para impressionar os visitantes. Outro ponto interessante é a ruína da primeira igreja dedicada a Maria. Você poderá ver ainda diversos templos, a ágora, fontes, latrina pública, banho público e uma parte da cidade dedicada a residências.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5057

Caminhando em direção à Igreja de Maria

As escavações que revelaram as espetaculares construções de Éfeso começaram no século XIX. Durante muitos anos os itens foram retirados e levados para o Museu Britânico e depois para um Museu de Éfeso em Viena até que, após a declaração da república turca, em 1923, proibiu-se a saída dos itens do país. Hoje, estátuas e fragmentos de adornos da cidade podem ser vistos no Museu Arqueológico de Éfeso, que fica no centro da cidade de Seljuk. A entrada para o museu custa 10 liras. São 15 liras combinando com outras entradas, como a Basílica de São João.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5134

Já o Templo de Ártemis não fica nesse parque. Eles está localizado a meio caminho entre as ruínas de Éfeso e a cidade de Selçuk. Infelizmente, tudo o que sobrou do templo é uma única coluna. Então, se você se focar apenas no tamanho do monumento, é algo bem decepcionante. Mas, se você se lembrar que ali, naquele solo em que você está pisando multidões foram para admirar um templo tão famoso que mereceu ser umadas 7 maravilhas do mundo antigo, ver UMA das colunas originais da construção será uma experiência incrível.

Dicas: As ruínas são a céu aberto e o verão turco é bebem quente. Portanto, lembre-se de levar filtro solar, usar roupas frescas, sapatos confortáveis e se hidratar bem.

Éfeso na Turquia como chegar a Éfeso qual cidade dormir bate-volta Istambul IMG_5061

Trecho da Via Arcadiana chegando ao Grande Teatro

Veja como ir a Éfeso: que cidade usar como base ou
como fazer um bate-volta a partir de Istambul  

Descubra todos os nossos posts sobre a Turquia

Organize sua viagem com nossos parceiros: empresas e serviços que nós usamos pessoalmente, aprovamos e, por isso, indicamos. Ao utilizar nossos links para reservas, você não paga nada a mais e nós recebemos uma comissão. Agradecemos, sempre, seu apoio!

Espero que tenha gostado deste conteúdo, que foi produzido com cuidado e carinho para você. Posso te pedir uma coisa? Ao organizar sua viagem, utilize os links abaixo. Todas as empresas e serviços indicados foram testados pessoalmente e são as opções que usamos. Quando você usa nossos links, gera uma pequena comissão para a gente, o que nos ajuda a manter o blog e estimula o nosso trabalho. Agradecemos muito o seu apoio!

  • Chip de celular internacional para internet e/ou dados Easy Sim 4u;

Fotosinspiradoras?

3 Responses to “Éfeso: descobrindo as ruínas de uma das maravilhas do mundo antigo”

  1. Bóia 2 de novembro de 2015 at 10:52 #

    Oi, Jackie. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

    • Jackie Mota 9 de novembro de 2015 at 14:04 #

      Obrigada, Nat! Já tinha compartilhado no FB, mas agradeço diretamente aqui =)
      bjs,

Trackbacks/Pingbacks

  1. Verão europeu: roteiro para viagem romântica (inclui hotéis) - 14 de maio de 2016

    […] cedo no dia seguinte para conhecer Éfeso. Você pode ler como foi nosso passeio a Éfeso neste post e ver mais detalhes de como visitar Éfeso a partir de várias cidades neste outro post. Dormimos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *